Mercedes erra, abandona e abre o caminho para a vitória de Verstappen na Áustria

Max Verstappen, piloto da Red Bull, venceu o emocionante Grande Prêmio da Áustria de Fórmula 1 depois de erros da Mercedes e o abandono de sua dupla de pilotos.

A Ferrari completou o pódio com Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel enquanto ambos os pilotos da Mercedes reclamaram de problemas de potência e acabaram não completando a corrida assim como Daniel Ricciardo, da Red Bull, que teve problemas com seu motor Renault e parou na pista faltando poucas voltas para o fim da corrida.

Romain Grosjean foi o quarto colocado à frente de seu companheiro de Haas, Kevin Magnussen, no melhor resultado da história de equipe americana.

A Force India, que não vinha tendo um bom final de semana na Áustria, pontuou com sua dupla na sexta e sétima posição; Sergio Perez na frente de Esteban Ocon.

Fernando Alonso, que largou dos boxes depois de trocar diversas peças de sua MCL33, colocou a McLaren na oitava posição.

A Sauber, com Charles Leclerc e Marcus Ericsson, também assumiu a zona de pontuação com sua dupla: Leclerc em nono e Ericsson em 10º.

 

A corrida

Na largada Bottas não tracionou bem e foi superado por Hamilton e Raikkonen, caindo para a quarta posição e sofrendo ataque de Verstappen, porém na curva 4 o finlandês da Mercedes recuperou-se com uma manobra por fora e assumiu a segunda posição, atrás de Hamilton. Verstappen seria o terceiro após passar Raikkonen.

Na volta 12, o motor de Nico Hulkenberg, da Renault, explodiu na reta de chegada espalhando óleo pela pista e trazendo um Safety Car Virtual para a remoção ao mesmo tempo que Bottas vinha lentamente na Curva Niki Lauda com problemas hidráulicas que travaram o câmbio do finlandês na segunda marcha.

Foi quando a Mercedes cometeu seu grande erro estratégico do final de semana. Enquanto os líderes aproveitaram o VSC para parar nos boxes para troca de pneus, a equipe alemã optou por manter o líder Hamilton na pista. No momento a vantagem era de pouco mais de sete segundos para Verstappen.

Hamilton então seguiu tentando abrir tempo para os rivais em vão, foi quando perguntou pelo radio porque não havia sido chamado para sua troca durante o Safety Car Virtual, e a resposta foi que a equipe tinha cometido um erro.

Na volta 25 Hamilton finalmente foi para sua troca de pneus voltando na quarta posição, atrás de Verstappen, Ricciardo e Raikkonen, pouco à frente de Vettel.

Algumas voltas depois, na volta 31, Hamilton reclamou então de falta de potência em sua Mercedes para pouco depois ser ultrapassado por Vettel.

Na frente, Ricciardo sofria pressão de Raikkonen pela segunda posição e com bolhas nos pneus, o australiano fez outra parada nos boxes voltando atrás de Hamilton na P5.

Foi quando Hamilton voltou a andar forte, repentinamente e passou a atacar Vettel para tomar a terceira posição, sem sucesso. Bolhas formaram nos pneus do inglês obrigando-o a fazer uma nova parada voltas depois voltando atrás de Ricciardo novamente.

Na reta dos boxes, sofrendo pressão de Hamilton pela quarta posição o motor de Ricciardo explodiu. Deu pra ver uma “fumacinha” saindo no final da última volta, para no fim da reta acabar a corrida para Ricciardo. Hamilton então era o quarto colocado. Ao mesmo tempo, Brendon Hartley tinha problemas no câmbio e abandonava a corrida com sua Toro Rosso-Honda.

Faltando 8 voltas para o final Hamilton quebrava o recorde da pista e seguia forte em direção as Ferraris de Raikkonen e Vettel quando o motor do inglês parou na curva 3. Era fim de corrida para o inglês em um final de semana para ser esquecido na Mercedes.

La atrás as brigas também eram intensas. Alonso abriu caminho sobre Charles Leclerc e Pierre Gasly para assumir a oitava posição antes do dueto da Sauber fazer uma “dupla ultrapassagem” no francês colocando ambos os carros na zona de pontuação.

Verstappen lá na frente mantinha a distância em 2,5s para Raikkonen e, sem sofrer ameaças, venceu o GP da Áustria de F1 2018.

Na sequência da temporada, na primeira rodada tripla da história da F1, teremos o Grande Prêmio da Inglaterra, no próximo final de semana (8 de julho) com a F1MANIA trazendo todas as informações AO VIVO e em TEMPO REAL.

Confira a classificação do campeonato.

 

Grande Prêmio da Áustria – Resultado Final:

1) Max Verstappen (Red Bull)

2) Kimi Räikkönen (Ferrari)
3) Sebastian Vettel (Ferrari)
4) Romain Grosjean (Haas/Ferrari)
5) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari)
6) Esteban Ocon (Force India/Mercedes)
7) Sergio Pérez (Force India/Mercedes)
8) Fernando Alonso (McLaren/Renault)
9) Charles Leclerc (Sauber/Ferrari)
10) Marcus Ericsson (Sauber/Ferrari)
11) Pierre Gasly (Toro Rosso/Honda)
12) Carlos Sainz (Renault)
13) Lance Stroll (Williams/Mercedes)
14) Sergey Sirotkin (Williams/Mercedes)
15) S.Vandoorne (McLaren/Renault)
OUT) Lewis Hamilton (Mercedes)
OUT) Brendon Hartley (Toro Rosso/Honda)
OUT) Daniel Ricciardo (Red Bull/TAG Heuer)
OUT) Valtteri Bottas (Mercedes)
OUT) Nico Hülkenberg (Renault)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *