McLaren diz que não estão tão felizes como já estiveram

O diretor esportivo da McLaren, Gil de Ferran, revelou que sua equipe não está tão feliz como nos últimos tempos, após a incapacidade de ambos os pilotos chegarem ao Q3 na China.

Lando Norris e Carlos Sainz foram ambos eliminados no Q2, no Circuito Internacional de Xangai. Sainz disse que ficou “desapontado” com seus esforços na qualificação para o Grande Prêmio da China.

“Estou bastante desapontado hoje com a décima quarta posição, mas já no FP3, vimos que seria muito difícil chegar ao Q3”, disse Sainz. “Sabíamos que Xangai seria um circuito difícil para nós e exporia mais nossas limitações”.

“No entanto, acho que conseguimos fazer uma qualificação decente. Talvez eu tenha perdido um décimo e meio na minha última volta, mas no geral, acho que extraí praticamente todo o potencial do carro. Analisaremos e trabalharemos as fraquezas e nos prepararemos para a corrida da melhor forma possível”.

Norris terminou um lugar abaixo de seu companheiro de equipe com pneus macios, e o jovem britânico admitiu que o desempenho de sábado não foi tão forte quanto nas últimas semanas.

“Hoje, obviamente, não foi tão bom quanto os dois últimos fins de semana, mas, no geral, não acho que tenha sido horrível”, acrescentou Norris. “No geral, não havia muito mais a ganhar hoje, Carlos era mais rápido do que eu, mas ele não estava à frente de ninguém. Acho que ele fez um bom trabalho ao tirar o máximo proveito do carro”.

“A pista simplesmente não combina com o nosso carro, em comparação com as duas anteriores. É apenas uma área em que temos que trabalhar.”

De Ferran acrescentou: “Mais uma vez, hoje tivemos a prova de quão competitivo é o grid da Fórmula 1 em 2019. Obviamente, quanto mais avançado estiver na qualificação, mais feliz estará. Portanto, na escala da felicidade, não estamos nos sentindo tão felizes como estivemos”.

“Estamos trabalhando na configuração do carro durante o fim de semana, e na realidade, não tenho certeza de que tínhamos o ritmo para entrar no Q3. No entanto, ainda podemos correr bem de onde estamos, dada a nossa livre escolha de pneus, e o ritmo de corrida encorajador que mostramos até agora”.

“Uma coisa que esperamos plenamente do milésimo Grande Prêmio de Fórmula 1, aqui na China, é que ele proporcionará aos fãs batalhas incríveis em toda a pista”, concluiu.

 

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Chegou o GP 1000 da Fórmula 1:

 

Vettel bate repetidas vezes no simulador em Xangai:

 

ePRIX DE SANYA | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 6ª etapa

 

‘GAME OF ROMES’ – Fórmula E lança vídeo baseado na série de sucesso GAME OF THRONES

 

Fórmula 1 anuncia o Brasil como uma das sedes do “F1 Festival” em 2019

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: