Liberty Media pode ter dificuldade em encontrar um comprador para F1

A Fórmula 1 teve algumas mudanças desde que a Liberty Media comprou o esporte, mas não foram as mudanças que todos esperavam.

O ano de 2021 provavelmente será definitivo em sua propriedade, com um teto orçamentário e grandes regulamentos de motor e carro adicionados, para realmente animar a competição.

No entanto, tem havido rumores de que a Liberty está querendo vender o esporte, apenas alguns anos depois de comprá-lo.

Embora eles tenham dito que não há verdade nessas informações, rumores continuam circulando, e Igor Yermilin, presidente da federação de automobilismo da Rússia, disse que a Liberty teria dificuldade em vender o esporte para obter lucro.

Ele disse à revista Sportbox da Rússia: “A atual administração queria começar a melhorar a Fórmula 1, mas se mostrou muito mais difícil”.

“Eles não têm nem a experiência nem a capacidade de controlar o processo com precisão, como fez Bernie Ecclestone. E todas as incertezas que surgem em tal situação geram os rumores”.

“É muito difícil encontrar um comprador que esteja disposto a gastar a quantia que os americanos precisariam, depois de tudo o que gastaram. Eles precisariam vendê-lo mais caro do que compraram, mas dificilmente alguém está pronto para fazer isso”, completou.

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – “F1 2019 | Som do motor da RENAULT”:

 

F1 2019 | Som do motor da TORO ROSSO e RED BULL:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS:

 

EXTREME E | Corrida elétrica de SUVs será disputada nos cantos mais remotos do mundo | Entrevista com GIL DE FERRAN:

 

Confira os melhores momentos da Fórmula E em Santiago: