Kubica: giro na volta de formação foi o momento “mais emocionante” do GP da China

Robert Kubica brincou que a parte mais emocionante do seu GP da China foi antes da largada, quando ele rodou na volta de formação.

A Williams enfrente um começo difícil em 2019 com seu FW42 longe do ritmo dos seus rivais no pelotão intermediário, deixando Kubica e seu companheiro de equipe George Russell no fim do grid.

Kubica largou em 18º, mas só após rodar na curva 6 durante a volta de formação.

“O momento mais emocionante da corrida para mim foi quando eu rodei na volta de formação”, disse ele.

“Eu tentei colocar calor nos pneus e perdi o carro indo devagar na curva 6.

“Eu tive um bom começo e fui para a fila interna, mas sinceramente, eu não queria arriscar nada.

“É difícil arriscar algo quando você sabe que o ritmo será o que será.”

Russell comentou que a Williams deve continuar forçando em busca de se recuperar na temporada.

“O ritmo foi um pouco melhor do que o esperado, estávamos lutando nas primeiras voltas e conseguimos ficar com o pelotão”, disse ele.

“Quando as coisas se acalmaram, as brechas começaram a se abrir e foi uma corrida bastante solitária para mim.

“Estávamos lutando com os pneus no meio da corrida, e os tempos de volta estavam caindo, então foi a escolha certa apostar em uma segunda parada.

“No final do dia é onde estamos no momento, devemos continuar pressionando e continuar trabalhando.”

 

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Chegou o GP 1000 da Fórmula 1:

 

ePRIX DE ROMA | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 7ª etapa

 

ePRIX DE ROMA – Lucas di Grassi fala sobre sua corrida e os bons pontos somados no Mundial

 

‘GAME OF ROMES’ – Fórmula E lança vídeo baseado na série de sucesso GAME OF THRONES

 

Fórmula 1 anuncia o Brasil como uma das sedes do “F1 Festival” em 2019

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: