Grosjean quase se tornou Chef de cozinha

Romain Grosjean teve uma carreira polêmica e bizarra na Fórmula 1, e revelou que quase se tornou chef depois de ter sido dispensado pela Renault em 2010.

Em janeiro de 2010, o chefe da equipe Renault, Eric Boullier, deu a notícia a Grosjean de que ele havia sido substituído por Vitaly Petrov para a temporada seguinte, depois que muitos o consideraram arrogante, apesar de alegar que tentava ser modesto.

“Eu tentei ser modesto como um novato, mas me disseram que eu era ‘arrogante’ ou ‘tinha um grande ego’,” disse Grosjean em entrevista ao podcast oficial da F1.

“Então, em 31 de janeiro de 2010, recebi um telefonema de Eric, dizendo que haviam contratado Petrov, então eu saí. Eu pensei, é isso, eu não estou mais correndo, então vou me tornar um cozinheiro, porque isso é parte da minha paixão”.

“Fui a uma escola de culinária e disse que eu era muito velho. Eles disseram que não”, acrescentou Grosjean.

O francês continuou explicando como a F1 chegou cedo demais para ele.

“F1 não é apenas sobre pilotar”, explicou ele.

“Pilotar o carro é uma coisa, mas existe um outro lado de fora, estar ciente do que está acontecendo, dos jogos, e da mídia”, completou.

 

Veja alguns vídeos do nosso Canal no Youtube. Confira:

 

Victor Berto visita a “Dream Racing” em Las Vegas e pilota uma Maserati GranTurismo Sport e uma Ferrari F430 Scuderia no “Las Vegas Motor Speedway”, que recebe etapas da NASCAR em seu oval. Confira o vídeo:

 

Documentário Fórmula E  OFF THE GRID #3 – “Seria estúpido não aproveitar isso”, com Andre Lotterer (Legendas em PT-BR)

 

Victor Berto, direto de Las Vegas, te leva para um passeio a bordo da LAMBORGHINI HURACAN LP610-4, uma MERCEDES AMG GTS V8 e uma MCLAREN 570S, 250 km/h em Lake Mead. Confira o vídeo: