GP do Canadá de F1: reveja o ‘AO VIVO’ do TL1 em Montreal

Reveja o AO VIVO do primeiro treino livre para o Grande Prêmio do Canadá de F1, 7ª etapa da temporada 2019, realizado no Circuito Gilles Villeneuve, em Montreal.

Reveja o AO VIVO do TL1 para o Grande Prêmio do Canadá de F1, 7ª etapa da temporada 2019:


O Circuito Gilles Villeneuve é o palco do Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1 há 30 anos.

A corrida esteve fora da temporada 2009 da F1, substituído pelo Grande Prêmio de Abu Dhabi naquele ano e retornando na temporada seguinte, depois de um novo acordo entre os organizadores da corrida e os chefes da Fórmula 1.

A edição de 2011 é tida como o Grande Prêmio mais longo de todos os tempos, devido a interrupção pela forte chuva.

Originalmente chamado de ‘Ile Notre-Dame Circuit’ (ou Circuito da Ilha de Notre-Dame), a pista recebeu seu primeiro Grande Prêmio de F1 em 1978.

O ano de 2019 marca o 50º Grande Prêmio do Canadá, com o primeiro em 1967 no ‘Mosport Park’, em Toronto, onde ficou até 1977 – com exceção dos anos de 1968 e 1970, realizado no circuito de Mont-Tremblant em Quebec. O circuito foi renomeado em 1982, uma homenagem ao piloto de Fórmula 1 canadense Gilles Villeneuve, pai de Jacques Villeneuve, após sua morte trágica no naquele ano – no dia 8 de maio de 1982, após um acidente durante para a qualificação do Grande Prêmio da Bélgica, em Zolder.

O circuito está localizado no ‘Parc Jean-Drapeau’, em Montreal. O nome é uma homenagem ao prefeito da cidade, responsável pela criação do parque para receber a Expo 67 – feira m

O circuito está localizado em uma parte da cidade de Montréal conhecida como Parc Jean-Drapeau. O parque é nomeado após o prefeito de Montreal, que foi responsável pela organização da Expo 67 – Expo é uma feira mundial que já aconteceu em diversas cidades ao redor do mundo.

O circuito está situado em duas ilhas: Santa Helena e Notre-Dame, ao redor de um lago artificial no rio ‘St. Lawrence’. A ilha de Santa Helena também foi ampliada em 1967 para receber a Expo. Quase metade da pista fica ao lado da raia olímpica usada nas Olimpíadas de 1976 em Montreal.

Os 4.361 metros do circuito estão divididos por 14 curvas desde o GP do Canadá de 2002. O circuito atualmente está em seu quinto layout – entre 1978 e 1987 tinha 19 curvas em 4.41 km, de 1988 até 1993 eram 17 curvas em 4.43 km, a terceira versão usada nos anos de 1994 e 1995 tinha 20 curvas em 4.450 metros, já entre 1996 e 2001 foram 13 curvas em 4.421 metros.

Uma das partes mais famosa do circuito é o Muro dos Campeões. Saindo da última curva os pilotos tem o muro muito próximo e, qualquer erro mínimo, é muro na certa. Leva esse nome devido aos vários pilotos famosos que já terminaram suas corridas depois de acertar o “Muro dos Campeões”.da da primeira curva, representam a distância mais curta do calendário entre um grid e uma primeira curva.