GP da Austrália de F1: Reveja o ‘AO VIVO’ da corrida em Melbourne

Reveja o AO VIVO do Grande Prêmio da Austrália de F1, etapa de abertura da temporada 2019, que aconteceu na madrugada de sábado para domingo (17/03) às 02h10, no horário de Brasília (GMT -3).

Reveja o ‘AO VIVO’ do GP da Austrália deste domingo (16).


 

 

 

O 35º Grande Prêmio da Austrália, o 24º no circuito de Albert Park, em Melbourne, será o GP de número 998 na história da Fórmula 1 com a categoria completando 1000 corridas na China, no dia 15 de abril.

O circuito possui 5.303 metros divididos em 16 curvas, muitas delas curvas de alta velocidade.

No ano passado, Lewis Hamilton largou da pole mas foi Sebastian Vettel quem venceu depois de aproveitar um Safety Car – trazido pelo erro da Haas em não apertar as rodas dos carros de seus pilotos – para fazer sua parada nos boxes e voltar à frente de Hamilton. O britânico bem que tentou, mas da volta 26 até o final da corrida na 58, não conseguiu ultrapassar Vettel. A Ferrari fechou o pódio com Kimi Raikkonen.

Em 2018 os pneus disponíveis foram os macios (amarelos), supermacios (vermelhos) e ultramacios (roxos). Com a simplificação dos nomes – e redução da gama de compostos – a Pirelli nomeou o C2, C3 e C4 como as opções duro, médio e macio para a corrida deste ano, nas cores branco (duro), amarelo (médio) e vermelho (macio).

Na temporada passada tivemos cinco abandonos durante a corrida. Na volta 4, Sergey Sirotkin (Williams) teve problemas de freios, seguido pelos problemas hidráulicos de Marcus Ericsson (Sauber) na volta 5. Algumas voltas depois, na 13, o motor Honda de Pierre Gasly (Toro Rosso) apresentou problemas, forçando o abandono do francês. Kevin Magnussen e Romain Grosjean tiveram suas corridas comprometidas depois da Haas não fixar corretamente suas rodas durante a parada nos boxes na volta 22 e 24, respectivamente.

Vettel cruzou a linha de chegada pouco mais de cinco segundos à frente de Hamilton, com Raikkonen completando o pódio e recebendo a quadriculada 1,3 segundo atrás do piloto da Mercedes.

Daniel Ricciardo (Red Bull) e Fernando Alonso (McLaren) – em seu melhor resultado da temporada – foram quarto e quinto, respectivamente.

Max Verstappen (Red Bull), Nico Hulkenberg (Renault), Valtteri Bottas (Mercedes), Stoffel Vandoorne (McLaren) e Carlos Sainz (Renaulto) completaram a zona de pontuação.

 

CARACTERÍSTICAS DA PISTA

  • Sendo um circuito de rua, a pista é particularmente verde e escorregadia no início do fim de semana contando ainda com ondulações o que complica ainda mais a questão da aderência.
  • Não existem muitas curvas longas, o que significa que não é sempre fácil trazer os pneus até a temperatura ideal.
  • A estratégia de uma parada foi a escolha vencedora no ano passado sendo utilizada pela maioria dos pilotos. Nós precisamos ver as taxas de degradação após os treinos livres, mas é provável que este cenário aconteça novamente este ano.
  • Há uma alta probabilidade do Safety Car entrar em ação em Melbourne, o que pode afetar a estratégia: esta é uma das razões pelas quais largar na primeira posição não é algo tão crucial na Austrália, como pode ser em outras corridas. O pole só venceu a corrida uma vez nos últimos cinco anos.
  • O clima é muitas vezes instável, ajudando a tornar Melbourne uma das corridas mais imprevisíveis corridas do ano. Previsões até o momento mostram que o fim de semana será nublado, mas seco.
  • Boa tração é a chave para um tempo rápido a fim de obter boas saídas de curvas que levam paras as curtas retas que caracterizam a pista.

 

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX DE HONG KONG | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 5ª etapa

 

F1 2019 | Ferrari apresenta SF90 vermelha e preta fosco:

 

F1 2019 | MCLAREN apresenta o MCL34:

 

F1 2019 | Red Bull apresenta RB15 ‘roxo, preto e vermelho’:

 

F1 2019 | Mercedes apresenta nova pintura para o W10:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: