FIA pronta para reprimir lacuna do fluxo de combustível

A FIA pretende encerrar uma brecha potencial, sobre fluxo de combustível. De acordo com o Racefans, na reunião do Grupo de Trabalho Técnico da FIA na segunda-feira, a FIA acredita que as equipes podem aumentar a quantidade de combustível usando mangueiras expansíveis, que criariam armazenamento extra, permitindo que as equipes quebrassem as restrições.

O limite atual é de 105 kg por corrida a uma taxa de 100 kg / hora. Isso é medido por um medidor específico. No entanto, entre o medidor e o motor, o fluxo de combustível não é medido, o que pode fazer com que as equipes usem as mangueiras expansíveis.

Os ganhos com isso são muito pequenos, mas qualquer vantagem na Fórmula 1, tem seu valor, principalmente para as equipes de ponta. Após o Grande Prêmio dos Estados Unidos, Esteban Ocon e Kevin Magnussen, foram ambos desclassificados por questões relacionadas ao combustível.