Fãs poderão sentir o “gostinho” da velocidade nos circuitos da F1 no “Pirelli Hot Laps”

A Fórmula 1 anunciou nesta quarta-feira (14) seu novo “show” para encantar os fãs: o Pirelli Hot Laps. O primeiro evento acontecerá junto com o Grande Prêmio do Bahrain de 2018, seguido por outros nove durante o campeonato mundial de F1 deste ano, embora a organização ainda não tenha divulgado os locais.

O programa “Fórmula 1 Pirelli Hot Laps” permitirá que os espectadores, celebridades e convidados participem de uma experiência extraordinário durante os GPs: ser passageiro em um supercarro guiado por um piloto profissional nos mesmos circuitos onde as estrelas da F1 atuam.

A Pirelli, fornecedora oficial dos pneus na Fórmula 1, apresentará o programa e fornecerá todos os pneus que ficarão em um box exclusivo junto aos supercarros expostos. Mais marcas e líderes do segmento automotivo devem ser anunciados nos próximos dias.

A Aston Martin, cujo Aston Martin Valkyrie foi projetado em cooperação com a Red Bull, já foi anunciada como parceira e deverá “emprestar” o V8 de 4 litros Vantage para o evento. Os pilotos da Aston Martin Red Bull, Daniel Ricciardo e Max Verstappen, estão entre os pilotos que irão acelerar esses supercarros.

A McLaren dará aos participantes a chance de experimentar a McLaren 720S, o mais recente da Super Series da McLaren Automotive, com a possibilidade de ser conduzido por Lando Norris, Mika Hakkinen, e os pilotos titulares atuais Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne.

“O programa Fórmula 1 Pirelli Hot Laps representa uma nova oportunidade para permitir que a F1 se aproxime dos fãs e tenham uma experiência em circuitos reais”, disse o diretor comercial da F1, Sean Bratches.

“Uma experiência única em sentir a velocidade dos pilotos de corridas em circuitos icônicos em carros que são um ‘sonho’.

“Estamos buscando nos aproximar de nossos fãs e isso é mais um exemplo dos nossos esforços para esse fim.

“É também uma demonstração da nossa capacidade em fornecer mais valor para nossos parceiros valiosos como a Pirelli e as equipes da Fórmula 1”, concluiu Bratches.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *