F1 planeja variedade de opções caso Silverstone saia do calendário

A Fórmula 1 está planejando uma “variedade de opções”, caso Silverstone não consiga um acordo para continuar como uma pista do calendário do esporte depois de 2019.

O circuito britânico ativou uma cláusula de interrupção em seu contrato, o que significa que um novo contrato deve ser negociado para o Grande Prêmio da Inglaterra continuar lá, a partir de 2020.

Sean Bratches deixou escapar um grande indício de que as corridas de Fórmula 1, poderiam estar se afastando da icônica pista inglesa no futuro.

O chefe da F1, Chase Carey, deixou claro que Silverstone precisa justificar seu lugar no calendário para 2020, mas não revelou se estava querendo se afastar da Grã-Bretanha ou apenas trocar de pistas na ilha.

“Acho que nas negociações e discussões em andamento, dissemos no passado que este é um esporte que parece gostar de negociar em público”, disse Carey ao Motorsport.com. “E eu não acho que essa seja a maneira mais saudável de lidar com as coisas como parceiros. Não acho que queremos fornecer muitos comentários dentro da tenda sobre discussões ativas”.

“Valorizamos a corrida de Silverstone, mas temos que chegar a um lugar que funcione para nós. E essas discussões estão em andamento. Sempre há outras opções. Uma das coisas que garantimos é que continuamos a desenvolver uma variedade de opções”.

“Estamos em um lugar afortunado, agora temos mais lugares que querem ter corridas do que podemos competir. E esse é um bom lugar para se estar. Continuaremos desenvolvendo essas opções, e nos certificaremos de que somos capazes de fazer as melhores decisões para os fãs, para corridas e para nós como um negócio. Todas essas coisas são importantes, e estamos ativamente engajados”, completou Carey.