De ponta a ponta, Lewis Hamilton garante sua 73ª vitória da carreira em Abu Dhabi

De ponta a ponta, Lewis Hamilton venceu o Grande Prêmio de Abu Dhabi, terminando 3,9 segundos à frente do segundo colocado, Sebastian Vettel. O britânico converteu sua pole position em sua 73ª vitória da carreira, completando a temporada de seu pentacampeonato de forma impecável.

A estratégia de corrida de Hamilton parecia duvidosa no início da corrida, quando a Mercedes chamou o piloto de 33 anos para um pitstop ainda na volta 8. A equipe aproveitou um Safety Car Virtual que foi acionado depois que Kimi Raikkonen parou sua Ferrari na linha de chegada com problemas elétricos.

A VSC, que foi chamado na 7ª volta, marcava a segunda vez que o recurso era utilizado depois do incidente entre Nico Hulkenberg e Romain Grosjean na Curva 9 da primeira volta. Ao entrarem lado a lado na curva, os dois se tocaram, resultando na capotagem de Hulkenberg, que parou nas barreiras de proteção.

Hulkenberg foi levado ao centro médico, mas foi liberado sem nenhum ferimento. Marcus Ericsson, Esteban Ocon e Pierre Gasly abandonaram a corrida em suas últimas participações na Sauber, Force India e Toro Rosso, respectivamente.

Vettel recebeu a bandeirada na P2, passando Valtteri Bottas na volta 35. Ambos os pilotos pararam nas voltas 16 e 17, o que beneficiou Hamilton, que não teria que se defender de seus rivais no final da corrida com pneus mais desgastados.

Bottas travou os freios várias vezes durante a corrida, cometendo um erro antes de ser ultrapassado por Vettel. O finlandês fez contato com Max Verstappen enquanto brigavam pela última posição do pódio na volta 38. Daniel Ricciardo, em sua última corrida pela Red Bull, não demorou para superar o piloto da Mercedes.

O australiano então liderou a corrida por várias voltas, estendendo seu stint com o composto ultramacio. No entanto, ele não conseguiu passar por seu companheiro de equipe no final da corrida e teve que se contentar com o quarto lugar.

Carlos Sainz conseguiu chegar na P6 para a Renault, o “melhor dos outros”. Charles Leclerc foi o sétimo pela Sauber, com a equipe suíça não conseguindo superar a Force India na classificação de construtores depois que Sergio Perez terminou em oitavo 0,4s atrás do piloto monegasco.

A Haas terminou a temporada em alta, com Romain Grosjean à frente de seu companheiro de equipe Kevin Magnussen no nono lugar, com a equipe norte-americana faturando a quarta posição nos Construtores.

Em sua despedida da F-1, Fernando Alonso recebeu a quadriculada na 11ª posição, fora da zona de pontuação, mas recebeu o prêmio de Piloto do Dia.

Confira o resultado final do Grande Prêmio de Abu Dhabi de Fórmula 1:

1.) Lewis Hamilton (Mercedes)
2.) Sebastian Vettel (Ferrari)
3.) Max Verstappen (Red Bull Racing)
4.) Daniel Ricciardo (Red Bull Racing)
5.) Valtteri Bottas (Mercedes)
6.) Carlos Sainz jr (Renault)
7.) Charles Leclerc (Sauber)
8.) Sergio Perez (Racing Point Force India)
9.) Romain Grosjean (Haas F1)
10.) Kevin Magnussen (Haas F1)
11.) Fernando Alonso (McLaren)
12.) Brendon Hartley (Toro Rosso)
13.) Lance Stroll (Williams)
14.) Stoffel Vandoorne (McLaren)
15.) Sergey Sirotkin (Williams)
16.) Pierre Gasly (Toro Rosso)
17.) Esteban Ocon (Racing Point Force India)
18.) Marcus Ericsson (Sauber)
19.) Kimi Räikkönen (Ferrari)
20.) Nico Hülkenberg (Renault)

 

Veja alguns vídeos do nosso Canal no Youtube. Confira:

 

Volta Guiada da F1Mania no Circuito da Yas Marina, GP de Abu Dhabi:

 

Quem será o próximo brasileiro na F1? Veja o vídeo:

 

Pietro Fittipaldi, campeão da F4 Italiana com 14 POLES, 8 VITÓRIAS e 21 PÓDIOS. Veja o recado do Enzo para os “F1Maníacos”: