Claire Williams afirmou que Frank a demitiria se não tivesse gostado

Claire Williams afirma que ela teria sido demitida se seu pai, Sir Frank Williams, não tivesse gostado do design azul-gelo. Na segunda-feira, a Williams lançou seu novo design para o mundo.

Juntamente com uma nova parceria com a empresa de telecomunicações ROKiT, a Williams mudou seu logotipo e se afastou de seu tradicional esquema de cores, azul e branco.

Em uma entrevista à BBC, a vice-diretora da equipe, falou sobre sua nervosa conversa com Frank Williams.

“Frank adorou, e você pode se surpreender ao ouvir isso. Eu estava um pouco nervosa apresentando isso. Ele está totalmente por trás disso. Eu ainda estou aqui, e se ele não gostasse, ele teria me demitido”, ela disse.

A Williams, que teve um desastroso 2018, acredita que o novo acordo vai impulsionar a equipe com o financiamento adicional. Na última temporada, a Martini confirmou que estava de saída.

“Estamos dizendo ao mundo uma história muito clara e uma mensagem clara de onde estamos como empresa. Frank é muito protetor com os tradicionais azuis e brancos, mas também entende os argumentos por trás da mudança”, acrescentou.

“É importante tentar construir um ótimo relacionamento com a equipe, e mostrar o que posso fazer na pista e nos bastidores. A ajuda que recebi da Mercedes e de Lewis foi principalmente, ouvir e aprender”.

“Lewis vai lá para trabalhar em todos os aspectos, e realmente construir esse time em torno dele, e é por isso que ele e Mercedes são tão fortes. É isso que eu quero fazer aqui também”, completou Claire.

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – “F1 2019 | Toro Rosso apresenta o STR14”:

 

F1 2019 | Williams apresenta o novo FW42:

 

F1 2019 | Som do motor da RENAULT:

 

F1 2019 | Som do motor da TORO ROSSO e RED BULL:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS:

 

Confira os melhores momentos da Fórmula E em Santiago: