Atualização da Honda rendeu três décimos e posições para Toro Rosso

Pierre Gasly diz que a nova especificação da unidade de potência da Honda rendeu posições de ganho no GP do Canadá.

A Honda trouxe um motor atualizado para Montreal, mas Gasly teve que reverter para uma especificação mais antiga. Depois de uma má qualificação, uma nova unidade de potência foi instalada na Toro Rosso do francês. Devido a isso, ele foi rebaixando de 16º para o 19º no grid, mas se recuperou para o 11º lugar na corrida.

Perguntado se poderia ter terminado tão bem, mantendo a unidade de potência desatualizada e evitando uma penalidade, Gasly disse: “Não. Teríamos terminado, olhando para a corrida, atrás de (Sergio) Pérez eu acho, então ficaríamos em 14º”, disse ele à “Autosport”.

Depois de fazer sua única parada, o francês pressionou Charles Leclerc para o que se tornaria a 10ª posição, mas não conseguiu passar, com a Sauber muito rápida na reta e Gasly danificando bastante o pneu tentando acompanhar.

Entretanto, o ganho da equipe Toro Rosso foi bem estimado. Segundo Helmut Marko, conselheiro da Red Bull, o aumento da potência do time júnior impressionou a equipe principal.

“Estamos falando de três décimos por volta”, disse Marko.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *