Arrivabene “furioso” com insinuações de que Raikkonen bateu propositalmente em Hamilton

A amarga discussão entre a Mercedes e a Ferrari depois do Grande Prêmio britânico levou o chefe da Scuderia Ferrari, Maurizio Arrivabene a dizer que James Allison, chefe da Mercedes, deveria se envergonhar sobre as insinuações de que Kimi Raikkonen bateu deliberadamente em Lewis Hamilton.

Depois de uma largada não muito boa, o tetracampeão Hamilton teve sua Mercedes atingida pela Ferrari de Raikkonen, rodando logo após a largada.

O finlandês levou uma penalização de 10 segundos, enquanto Hamilton teve que lutar pela sua recuperação de último no grid, até terminar na segunda posição, mas o inglês ficou furioso por perder a chance de conseguir quebrar o recorde de sua sexta vitória em sua corrida em casa, sendo atingido pela Ferrari, com uma conotação de conspiração.

O chefe da Mercedes Toto Wolff, citou Allison questionando se Raikkonen fez isso “deliberadamente ou por incompetência”.

Quando isto foi colocado para Arrivabene, o chefe da Scuderia teve uma reação furiosa.

“Se ele realmente disse isso, ele deveria ficar envergonhado”, disse ele para o ‘Sky Italia’.

“Ele trabalhou para a Ferrari por vários anos. Você tem que ser elegante. Nós estamos na Inglaterra, e eles estão nos ensinando como ser ‘gentleman’, mas eles deveriam aprender primeiro.

“E quem é incompetente? Kimi? Quem é ele para julgar o que um piloto faz no carro? Eu aceito qualquer coisa de Jacques (Villeneuve) pois ele é um piloto, mas desse cara (Alisson), não”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *