Alonso deve se tornar acionista da McLaren

Fernando Alonso deve se tornar um acionista da McLaren no próximo mês. O espanhol deixou a Fórmula 1, mas continuará trabalhando com a McLaren em preparação para a Indy500. De acordo com o espanhol Soymotor, o anúncio oficial será feito em Birmingham, no Autosport Motor Show, no dia 12 ou 13 de janeiro.

Os números exatos do investimento de Alonso ainda não estão claros, mas podem seguir linhas semelhantes de investimento aos 200 milhões de euros de Michael Latifi. Alonso se juntaria a outros três acionistas do grupo McLaren, com o fundo Bareini, Mumtalakat, que é acionista majoritário.

Este acordo mostra a ligação entre Alonso e Zak Brown. O poder de marketing de Brown está funcionando bem, já que ele procura manter Alonso interessado nos eventos da Indy e em uma possível participação nas 24 horas em Le Mans no futuro.

O espanhol também deve participar dos testes da Fórmula 1, antes da abertura da temporada na Austrália.

Juntamente com o acordo de Alonso, a Kimoa deve anunciar um novo contrato. A marca de roupas patrocinou a McLaren em 2018 e busca aumentar sua parceria.