A caminho da Fórmula E, Stoffel Vandoorne não se arrepende das escolhas que fez na F1

Assim como aconteceu com Marcus Ericsson, Stoffel Vandoorne, que também deixa a Fórmula 1 no final desta temporada por não ter uma vaga e agora já ter como destino a Fórmula E, foi questionado se a categoria de monopostos elétricos é o seu destino ou se é apenas uma categoria na qual ele aguardará o surgimento de uma nova vaga na F1.

“É um pouco difícil de dizer. Estou começando um novo desafio, que estou realmente ansioso, com a HWA e a Fórmula E. Eu não terei férias neste inverno, então estou indo diretamente para isto e este será meu pensamento para fazer o melhor trabalho lá. Então independentemente do que acontecer no futuro, é difícil dizer agora. Você sabe, o mercado de pilotos neste verão foi um pouco maluco e ninguém esperava o que aconteceu. Coisas assim podem acontecer, mas no futuro ninguém sabe o que vai acontecer. Mas, por agora, estou apenas focando na F-E e tentar fazer o melhor trabalho lá”, respondeu Vandoorne.

O piloto belga correu por duas temporadas na McLaren, sem nenhum grande feito, mas não se arrepende das escolhas que fez. “O momento foi certo para chegar na Fórmula 1 e eu acho que foi com a equipe certa, o apoio certo, mas eu acho que a competividade que tivemos nos dois últimos anos não foi boa. Teria sido bem melhor lutar um pouco mais para cima da tabela”, concluiu Vandoorne.

 

A F1Mania traz todas as informações do GP do Brasil ‘in loco’, com uma cobertura especial direto do autódromo de Interlagos.