Barrichello diz ainda estudar novo carro

Às vésperas do GP da Austrália, que vai dar abertura à temporada 2004 da Fórmula 1, o brasileiro Rubens Barrichello confessou que ainda estuda o novo carro da Ferrari. Ele fez o segundo tempo no primeiro dia de treinos livres, na madrugada desta sexta-feira (no horário brasileiro), ficando atrás do companheiro Michael Schumacher.

“O carro ainda é novo para mim. Tive apenas um dia e meio de testes e ainda com pista molhada, então ainda estou estudando”, disse Barrichello, que gostou do contato com a máquina. “Estou muito feliz. Ainda temos algum trabalho de acerto para fazer, mas o carro mostrou grande potencial”.

O brasileiro demonstrou uma certa preocupação com a nova regra que permite o uso de apenas um motor por carro em cada final de semana em 2004. Se estourar a peça, o piloto perde dez posições no grid de largada. “Tivemos um dia normal de trabalho para o primeiro de três dias na pista, tendo em mente a nova restrição de motores”, disse.

Jean Todt, diretor técnico da escuderia italiana, também falou sobre a preocupação. “A nova regra mudou a agenda da sexta-feira, que agora fica exclusivamente dedicada à avaliação dos tipos de pneus disponíveis, tendo ainda de levar em conta que o motor usado tem de durar até o fim da prova de domingo”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *