Wolff está ciente do risco da parceria McLaren-Mercedes em 2021

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que está ciente do risco de que o retorno ao fornecimento de motores à McLaren, possa levá-los a criar uma “referência” para a equipe inglesa a partir de 2021.

A parceria McLaren-Mercedes terminou em 2014 e, após alguns anos problemáticos com a Honda, a equipe de Woking começou a se estabelecer com os motores da Renault.

Mas 2021 marcará o retorno de uma equipe que já disputou o título, e com a revisão dos regulamentos que virá naquele ano para mudar completamente os carros e o desempenho, fez a McLaren retornar para a Mercedes.

Wolff considerou uma vantagem ter mais unidades de potência no grid, apesar da possibilidade de a McLaren superar a Mercedes.

“Aprendemos que era uma vantagem ter mais unidades de potência por aí”, disse ele (citado pela Autosport).

“Talvez haja uma questão de processo e logística, porque todos precisam ser atendidos ao mesmo tempo, mas há mais vantagens nisso no futuro”.

“Há uma vantagem financeira, por isso é uma questão de fluxo de caixa que é útil no lado da unidade de potência”.

“No geral, existe um risco nisso: se a McLaren fizer um bom trabalho, eles se esforçarão muito e talvez nos comparem de forma a dizer ‘essa é a mesma unidade de potência e vocês não estão fazendo um bom trabalho’.”

“Mas onde estamos agora, sete anos depois da era híbrida, estamos prontos para essa etapa”, concluiu.

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/KUVbJ5O2AJpLLNcrZygtzy

 

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – EXTREME E revela área da Amazônia, no Brasil, onde acontecerá etapa da categoria:

 

AUDI apresenta o E-TRON FE06 para a temporada 2019/20 da FÓRMULA E:

 

O que um piloto de Fórmula E faz durante as férias?

 

PORSCHE CUP BRASIL | ETAPA ESTORIL 2019 | MELHORES MOMENTOS:

 

Fórmula E: Como pilotos e equipes se comunicam:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: