Verstappen critica chefes de F1 sobre calendário de 22 corridas em 2021

Max Verstappen criticou os chefes da Fórmula 1 pelos planos de expandir o calendário para 22 corridas.

Embora o calendário de F1 de 2020 tenha se expandido para incluir o Grande Prêmio da Holanda, que será uma corrida em casa para Verstappen, ele acredita que há muitas corridas no cronograma.

“Não concordo com 22 corridas por ano”, disse Verstappen. “Acho que devemos escolher as melhores pistas por aí”.

“Eu sei que eles querem ganhar dinheiro, mas também precisam pensar nos mecânicos que estão trabalhando. Quero dizer, eles chegam na segunda ou terça-feira para montar tudo, enquanto os grandes chefes chegam na sexta-feira ou talvez até na manhã de sábado e voam, mesmo durante a corrida, de volta para casa”.

“Para eles, não é um problema, eles podem fazer 30 facilmente, porque ficam fora por dois dias. Mas para a maioria das pessoas, são pelo menos cinco, seis dias. E nem estou reclamando de nós pilotos. É mais os mecânicos que eles podem receber um divórcio imediatamente.”

Verstappen também ecoou as críticas aos planos de testar corridas classificatórias, que podem incluir um elemento de grid invertido, em 2020.

“Acho que não faz sentido”, disse ele. “Eu não vejo o ponto. Todos devem ter uma boa chance de fazer a melhor qualificação possível, e é aí que você merece começar”.

“Eu também não gosto de corridas com grid invertido. Eu acho que é tudo besteira”, concluiu.

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/F9GwK1YT4yACqHsym6pqu8

 

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – AUDI apresenta o E-TRON FE06 para a temporada 2019/20 da FÓRMULA E:

 

O que um piloto de Fórmula E faz durante as férias?

 

PORSCHE CUP BRASIL | ETAPA ESTORIL 2019 | MELHORES MOMENTOS:

 

Fórmula E: Como pilotos e equipes se comunicam:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: