Pascal Wehrlein é um forte nome na Haas para 2020

A temporada da Haas na Fórmula 1 neste ano está aquém do esperado. Depois de disputar com a Renault – que também enfrenta um ano difícil em 2019 – pela posição de “melhor do resto” na classificação dos construtores na última temporada, a equipe norte-americana agora está à frente apenas da Williams, ocupando a nona posição na classificação.

A dupla de pilotos também não parece no melhor de suas performances, enquanto Romain Grosjean e Kevin Magnussen protagonizaram alguns incidentes entre si. Parece uma boa hora para a Haas avaliar suas opções para 2020

“Estamos atualmente em uma posição de luxo”, brinca o italiano. “Se as coisas vão mal, você tem menos a perder e pode assumir mais riscos”, disse Steiner à ‘Motorsport-Magazine’.

Ainda assim, o chefe da equipe não pensa em contratar um novato.

“E dada a nossa forma atual, também estou feliz por não termos feito isso (assumido riscos). Mas não é que sempre contrataremos um piloto que já tenha guiado em outro lugar, é que alguns pilotos estão felizes por terem saído da Fórmula 1 já que agora, eles encontraram o seu lugar em uma categoria diferente.

“Outros, por outro lado, estão ansiosos para voltar”, acrescentou o chefe da Haas.

Esteban Ocon foi fortemente ligado à Haas durante essas férias de verão europeu, a tradicional ‘silly season’ da Fórmula ‘. Ele concorda com Toto Wolff que Ocon precisa retornar ao esporte na próxima temporada, porque passar mais de um ano fora da Fórmula 1 dificultará uma possível volta.

“Mais de dois anos é realmente demais. Estar fora da F-1 por um ano torna mais difícil de voltar”, disse Steiner.

“Esteban Ocon foi muito bom nos últimos dois anos que esteve na Fórmula 1, agora ele está no simulador da Mercedes. Dessa forma, você ainda pode considerar o ano, mas depois disso, fica mais difícil dar a alguém uma segunda chance”, acrescentou.

“Além disso, também não é produtivo dar um lugar ao piloto por apenas um ano. Como não queremos apenas treinar alguém, então um contrato deve durar mais de uma temporada.”

Caso a Haas opte por não ficar com Grosjean ou Magnussen, ou até mesmo os dois, Steiner precisará encontrar pilotos que atendam seus requisitos.

Pascal Wehrlein seria um forte candidato segundo o italiano, apesar do fato do alemão estar fora da Fórmula 1 há algum tempo.

“Isso só torna um pouco mais difícil, mas bom: ele ainda está ativo em outra categoria forte. Por causa de suas corridas na Fórmula E, ele não parou de correr completamente. Ao mesmo tempo, também seria um risco para ele. Alguém ainda quer mudar para a Fórmula 1 depois de dois anos?”

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/IHEmXnwxu3JDk3pmRviZ7r

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Gianluca Petecof vai ao pódio em Nürburgring e sobe três posições no Alemão de Fórmula 4:

 

O que um piloto de Fórmula E faz durante as férias?

 

PORSCHE CUP BRASIL | ETAPA ESTORIL 2019 | MELHORES MOMENTOS:

 

Assista ao forte acidente de Dennis Dirani na etapa da Porsche Cup em Estoril:

 

Fórmula E: Como pilotos e equipes se comunicam:

 

Eurofarma terá quatro carros e Di Grassi na Corrida do Milhão da Stock Car:

 

GP DO BRASIL 2020 será realizado no RIO DE JANEIRO, diz JAIR BOLSONARO:

 

Vídeo mostra o traçado do novo AUTÓDROMO de DEODORO no RIO DE JANEIRO

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: