Masi nega que bandeira preta e branca permitirá que pilotos sejam mais perigosos

O diretor de corridas da Fórmula 1, Michael Masi, acredita que o uso da bandeira preta e branca não levará os pilotos a tentar ultrapassar os limites permitidos e guiar com mais perigo. Charles Leclerc recebeu a bandeira de advertência durante o Grande Prêmio da Itália e os especialistas e fãs estão preocupados que o uso da bandeira se torne muito comum.

“Não acho que eles serão mais perigosos”, disse Masi ao ‘Autosport.com’.

“Eles podem pensar na situação mais diretamente, mas estão no limite e você pode passar por esse limite com relativa facilidade.

“A maneira como utilizamos e as duas vezes que aplicamos até agora, para mim, acho que cumpriram com seu objetivo.

“Mas você precisa analisar cada incidente por seu devido mérito”.

Masi pode decidir se alguém receberá a bandeira preta e branca de advertência, mas são os comissários que têm o poder de aplicar penalidades aos pilotos.

“Em última análise, é a decisão dos comissários se alguém será penalizado”, disse ele.

“A bandeira por má conduta esportiva sou eu, mas se os comissários sentem que precisa mais do que isso, eles têm absolutamente a capacidade de aplicar uma penalidade”.

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/IHEmXnwxu3JDk3pmRviZ7r

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – AUDI apresenta o E-TRON FE06 para a temporada 2019/20 da FÓRMULA E:

 

O que um piloto de Fórmula E faz durante as férias?

 

PORSCHE CUP BRASIL | ETAPA ESTORIL 2019 | MELHORES MOMENTOS:

 

Fórmula E: Como pilotos e equipes se comunicam:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: