Fórmula 1 estuda redução de assistências, padronização de componentes e mudanças no formato do fim de semana para 2021

A Fórmula 1 pode estar dizendo adeus para “algumas assistências de pilotagem” em 2021 enquanto introduzem mais componentes padrões para manter os custos mais baixos.

Com os regulamentos de 2021 ainda a serem definidos, os donos da F1 e a FIA estão debatendo várias propostas para não só melhorar a corrida, mas também reduzir gastos.

Dos regulamentos técnicos e esportivos, mesmo o formato de fim de semana de corrida está em consideração.

O chefe de assuntos técnicos de monopostos Nikolas Tombazis diz que a FIA está estudando reduzir o número de assistências de pilotagem, dando aos pilotos mais controle sobre o que acontece durante os grandes prêmios.

Tombazis disse ‘Racer.com’: “Itens estão sob revisão que nós ainda estamos pelos próximos meses, estamos buscando reduzir certas eletrônicas no carro e certas assistências de pilotagem.

“Este é um assunto um tanto quanto sensível e estamos trabalhando nisto para termos certeza que evitaremos qualquer indesejada consequência.

“Nós estamos discutindo reduzir a telemetria do carro para os boxes e assim gostaríamos de deixar os pilotos sozinhos durante a corrida para lidar com todos os aspectos técnicos do carro.

“Ainda haveria a comunicação via rádio para qualquer estratégia ou informação de segurança, mas não haveria o ‘sua temperatura está muito alta, faça isso e aquilo’, isto seria algo que preferiríamos que o sistema do carro e o piloto tivessem total responsabilidade e não ter aquela contínua assistência de um engenheiro de do pit-wall”.

Isto, porém, não é a única mudança que os gestores da F1 estão considerando.

Juntamente com mais componentes padrões, a FIA também quer diminuir os dispositivos aerodinâmicos complexos, caminhando para deixar as asas e as áreas laterais mais simples.

“Nós estamos olhando para padronizar mais componentes e se teria uma economia desta forma. Nós estamos simplificando a parte inferior do chassi”, continuou Tombazis.

“Nós queremos ter certeza que temos estruturas sob o chassi que protegem o chassi das zebras e danos. Esta é uma área que é um tanto quanto difícil de regulamentar, então estamos trabalhando nisto.

“Estamos considerando talvez ter uma redução de pessoal durante os finais de semana de corrida, e, por fim, mas não menos importante, estamos avaliando os formatos de finais de semana de corrida e isto é uma discussão que está aquecida e ficando bem interessante”.

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/IHEmXnwxu3JDk3pmRviZ7r

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX de NOVA YORK corrida 2 | Melhores momentos | Fórmula E 2018/19 – 13ª etapa:

 

ePRIX de NOVA YORK corrida 1 | Melhores momentos | Fórmula E 2018/19 – 12ª etapa:

 

LUCAS DI GRASSI comenta 3º lugar na temporada 2018/19 da FÓRMULA E:

 

GP DO BRASIL 2020 será realizado no RIO DE JANEIRO, diz JAIR BOLSONARO:

 

Vídeo mostra o traçado do novo AUTÓDROMO de DEODORO no RIO DE JANEIRO

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: