Evolução da McLaren é em grande parte devido ao motor Renault, na opinião de Abiteboul

A McLaren está liderando a disputa no pelotão intermediário, mas o chefe da Renault, Cyril Abiteboul, creditou parte da evolução da equipe baseada em Woking, para sua unidade de potência.

Os ingleses mudaram de um motor Honda para um Renault para a temporada de 2018, mas tiveram algumas dificuldades no primeiro ano com eles. No entanto, nesta temporada a McLaren vem evoluindo, em sua tentativa de voltar ao topo do grid, com Carlos Sainz e Lando Norris.

A Renault está um pouco abaixo dos rivais, mas seu desempenho no Grande Prêmio da Itália deu-lhes uma nova esperança. Abiteboul afirmou que sua unidade de potência melhorou a performance da McLaren, mas admitiu que o chassi da Renault é inferior.

“É uma situação um pouco embaraçosa, mas claramente a evolução da McLaren também se deve a uma combinação de crescimento no lado da unidade de potência e no lado do chassi”, disse Abiteboul à Autosport.

“Acho que eles têm um chassi melhor em determinadas condições, temos um carro melhor no geral e um chassi melhor nas outras condições”.

“Isso é um fato, então acho que será sobre as características da pista e quem é capaz de aproveitar a oportunidade oferecida pela pista”, concluiu.

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/F9GwK1YT4yACqHsym6pqu8

 

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – AUDI apresenta o E-TRON FE06 para a temporada 2019/20 da FÓRMULA E:

 

O que um piloto de Fórmula E faz durante as férias?

 

PORSCHE CUP BRASIL | ETAPA ESTORIL 2019 | MELHORES MOMENTOS:

 

Fórmula E: Como pilotos e equipes se comunicam:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: