Bottas supera dupla da Ferrari e vence o GP do Japão de F1; Mercedes é campeã nos construtores

Valtteri Bottas venceu o Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1 depois de uma largada impressionante em Suzuka, superando a dupla da Ferrari – que largava na primeira fila do grid – ao receber a bandeira quadriculada mais de 11 segundos à frente do pole Sebastian Vettel. Foi a terceira vitória do finlandês na temporada, que não vencia desde o GP do Azerbaijão.

Vettel fez uma largada péssima, incluindo a movimentação do carro antes das luzes vermelhas serem apagas – a situação foi investigada pelos comissários que decidiram pela não aplicação de uma penalidade – enquanto Bottas largou muito bem e já era o primeiro colocado antes mesmo da primeira curva.

Bottas então controlou a corrida, com a estratégia ideal de duas paradas, enquanto Vettel foi o primeiro dos líderes a fazer sua parada para troca de pneus. Bottas foi uma volta depois, enquanto Lewis Hamilton ficou na pista para uma estratégia de uma parada – no entanto, a degradação dos pneus foi além da esperada na W10 do inglês, forçando uma outro pit stop de Hamilton que recebeu a quadriculada 11 segundos atrás de Vettel.

Vettel fez sua segunda parada na volta 32, enquanto Bottas permaneceu na pista por mais algumas voltas. Mas a vantagem do finlandês era suficiente pra que ele saísse dos boxes na liderança.

Hamilton fez seu segundo pit stop faltando 10 voltas para o fim da corrida, e atacou Vettel nas últimas voltas, mas não conseguir aproximação suficiente pra tentar uma manobra. O pentacampeão completou o pódio na terceira posição.

Alexander Albon, da Red Bull, fez uma boa corrida no Japão e garantiu o melhor resultado de sua carreira terminando na quarta posição depois de largar em sexto. O tailandês se envolveu em um incidente com Lando Norris no começo da corrida, obrigando o piloto da McLaren a ir para os boxes.

Albon não foi penalizado pelo incidente e terminou à frente da McLaren de Carlos Sainz, que terminou pela terceira vez na quinta posição nesta temporada. Norris terminou fora da zona de pontuação em 12º.

Charles Leclerc teve problemas na largada após um toque com Max Verstappen na curva 1, fazendo o piloto da Red Bull rodar. Leclerc teve que ir para os boxes com sua asa dianteira danificada. A manobra será investigada pelos comissários após a corrida.

Depois de fazer uma terceira parada nas últimas voltas e colocar os pneus macios, Leclerc terminou a corrida na P6, à frente da Renault de Daniel Ricciardo – após uma qualificação ruim da equipe francesa.

Na última volta, Pierre Gasly e Sergio Perez se encontraram na Curva 1, que levou o piloto mexicano às barreiras de proteção enquanto disputavam a oitava posição. Gasly escapou de qualquer dano e completou a corrida à frente de Nico Hulkenberg e Lance Stroll, que completaram a zona de pontuação.

Com o duplo pódio no Japão, a Mercedes conquista o título dos construtores com quatro etapas de antecedência – seu sexto título consecutivo, dominando a era V6 turbo-híbrida desde 2014. A equipe chegou com vantagem de 162 pontos para a Ferrari em Suzuka e precisava de uma diferença de 14 pontos em relação a sua rival para garantir o campeonato dos construtores de 2019.

Decisões tomadas pelos comissários após o GP do Japão de F1 alteraram o resultado da corrida. A primeira delas envolve um erro de sistema de sinalização, que indicou bandeira quadriculada uma volta mais cedo do que o correto, enquanto a outra é uma punição dupla para Charles Leclerc, da Ferrari.

A Fórmula 1 retorna daqui duas semanas com o Grande Prêmio do México, 18ª etapa da temporada 2019 da F1. Depois do México serão mais três corridas para o fim da temporada: Estados Unidos, Brasil e Abu Dhabi.

 

Confira o resultado final do Grande Prêmio do Japão de F1:

1) Valtteri Bottas (Mercedes)
2) Sebastian Vettel (Ferrari)
3) Lewis Hamilton (Mercedes)
4) Alexander Albon (Red Bull/Honda)
5) Carlos Sainz Jr. (McLaren/Renault)
6) Daniel Ricciardo (Renault)
7) Charles Leclerc (Ferrari)
8) Pierre Gasly (Toro Rosso/Honda)
9) Sergio Pérez (Racing Point/Mercedes)
10) Nico Hülkenberg (Renault)
11) Lance Stroll (Racing Point/Mercedes)
12) Daniil Kvyat (Toro Rosso/Honda)
13) Lando Norris (McLaren/Renault)
14) Kimi Räikkönen (Alfa Romeo/Ferrari)
15) Romain Grosjean (Haas/Ferrari)
16) A.Giovinazzi (Alfa Romeo/Ferrari)
17) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari)
18) George Russell (Williams/Mercedes)
19) Robert Kubica (Williams/Mercedes)
OUT) Max Verstappen (Red Bull/Honda)

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/HCe0RomLk5a0es06X99dHI

 

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – EXTREME E revela área da Amazônia, no Brasil, onde acontecerá etapa da categoria:

 

AUDI apresenta o E-TRON FE06 para a temporada 2019/20 da FÓRMULA E:

 

O que um piloto de Fórmula E faz durante as férias?

 

PORSCHE CUP BRASIL | ETAPA ESTORIL 2019 | MELHORES MOMENTOS:

 

Fórmula E: Como pilotos e equipes se comunicam:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: