Oficial: Super Aguri deixa a Fórmula 1

Por Victor D. Berto

A Fórmula 1 terá que continuar a temporada com apenas dez equipes no paddock. Aguri Suzuki anunciou que sua equipe não poderá continuar na Fórmula 1 e terá que deixá-la imediatamente.

Aguri Suzuki entrou na Fórmula 1 com a Super Aguri na temporada de 2006. A equipe marcou seus primeiros pontos em 2007 e terminou na nona posição entre os construtores no último ano.

Falando sobre a difícil decisão, o chefe de equipe Aguri Suzuki anunciou numa entrevista coletiva em Tóquio: “Para realizar meu sonho de tornar-me um dono de equipe na Fórmula 1, eu me inscrevi para uma posição no grid da Fórmula 1 em novembro de 2005. Desde então, eu tenho participado do campeonato por 2 anos e 4 meses com a Super Aguri, mas infelizmente eu preciso informar à vocês que a equipe está encerrando suas atividades hoje.”

A quebra do contrato do principal patrocinador de 2007, a SS United, trouxe à equipe dificuldades financeiras imediatas. “A equipe competiu contra muitas equipes apoiadas por montadoras e conseguiu obter seus primeiros pontos depois de apenas 22 corridas completadas e o nono lugar no campeonato de construtores de 2007.”, disse Suzuki. “Porém, a quebra de contrato pela SS United Oil & Gas Company resultou em menos apoio financeiro e imediatamente colocou a equipe em dificuldade financeira. Mudanças nas regras, em termos do uso de chassi de terceiros, também afetou nossa possibilidade de encontrarmos parceiros.”

“Enquanto isso, com a ajuda da Honda, de alguma forma conseguimos manter a equipe, mas cosiderando as dificuldades em estabelecer uma forma de continuar as atividades no futuro, eu concluiu que será melhor deixarmos o campeonato.”, concluiu.