Vitória de Neuville na Polônia esquenta a briga pelo título do Mundial de Rally

Piloto belga da Hyundai ganhou o Rally da Polônia e agora está apenas onze pontos atrás do francês Sébastien Ogier, da Ford

Foram quatro dias espetaculares de disputa, com os pilotos encarando chuva, lama e ventos fortes no Rally da Polônia, a oitava etapa do Mundial de Rally (WRC). Essas condições fizeram com que a liderança mudasse de mãos dez vezes em 23 especiais.

Os maiores favoritos à vitória eram o belga Thierry Neuville e o estoniano Ott Tänak.

Tanak chegou a assumir a ponta neste domingo, 2 de julho, mas enfiou o Ford Fiesta numa árvore faltando apenas três especiais e teve de abandonar. Melhor para Neuville, que conduziu o Hyundai i20 para a terceira vitória neste ano (ninguém ganhou tanto).

O resultado prático disso tudo é que Neuville está a apenas onze pontos do líder do campeonato, o francês Sébastien Ogier (terceiro colocado na Polônia).

“O Ott fez um grande rali”, reconheceu Neuville, parabenizando o cara que por pouco não lhe toma a vitória. “Numa briga como essa, ninguém desiste. Eu não estava a fim de aliviar e me via pronto pra vencer. Então, lamento por Ott, porque ele trabalhou muito bem antes de bater e é um cara difícil de ser superado. Mas essa aqui é minha!”, comemorou.

Faltam apenas cinco etapas para o encerramento do campeonato. O próximo rali será na Finlândia, entre os dias 28 e 30 de julho.

Todas as emoções do Rally da Polônia podem ser vistas pela Red Bull TV no formato on demand, por meio de um programa especial sobre a competição. Há um resumo diário em torno do que de mais importante aconteceu na prova.