Kris Meeke vence e Sebastien Ogier fica perto do título no Mundial de Rally

Vitória no Rally da Catalunha foi a redenção para o piloto da Citroën, que vivia má fase; em segundo lugar, Sebastien Ogier deu mais um passo rumo ao título

Desde que venceu no México, em março, o britânico Kris Meeke vivia uma temporada miserável no WRC. Diversos abandonos, rendimento abaixo do esperado e ausência total na disputa pelas primeiras posições. Mas o Rally da Catalunha, disputado neste fim de semana, serviu para ‘tirar a zica’.

Meeke reinou absoluto nas trilhas que misturavam asfalto e cascalho e venceu a prova com quase meio minuto de vantagem sobre o segundo colocado, Sebastien Ogier, da Ford.

“Não importa quantas vezes você cai ou o quanto você apanha, mas quantas vezes consegue se levantar e continuar lutando”, discursou Kris Meeke, reforçando este ditado clássico. “É uma vitória muito, muito especial. Eu me lembro de vir aqui 20 anos atrás pra ver o Colin McRae guiando um Subaru. Eu nem imaginava poder pilotar no WRC um dia”.

Não era só Kris Meeke quem estava nas nuvens. O segundo lugar foi mais do que suficiente para Sebastien Ogier se aproximar do que pode ser o quinto título consecutivo no WRC, o primeiro correndo de Ford. O piloto francês chegou a 198 pontos na tabela de classificação. O novo vice-líder é o companheiro de equipe dele, Ott Tänak, que tem 161.

O principal adversário de Ogier na briga pela taça, o belga Thierry Neuville, da Hyundai, teve de abandonar na Catalunha em função de uma quebra na suspensão. Faltam apenas duas etapas para o encerramento do campeonato e a próxima parada do WRC é o Rally do País de Gales, que vai rolar entre os dias 27 e 29 de outubro.

As emoções do Rally da Catalunha estão disponíveis on demand na Red Bull TV. Um programa especial traz um resumo de como foi cada um dos dias de disputa na Espanha.