Nelsinho Piquet larga na quinta posição na categoria LMP2 nas 24 Horas de Le Mans

Piloto brasileiro está pronto para os desafios da prova de Endurance mais importante do mundo, entre eles a pilotagem na madrugada e até o pólen das flores

Nelsinho Piquet disputa pela terceira vez neste sábado da mais tradicional prova de Endurance do mundo, as 24 Horas de Le Mans. Pela equipe Rebellion Racing, o brasileiro vai competir na categoria LMP2, formada por protótipos destinados a equipes privadas.

Piquet Jr. conseguiu a quinta posição no grid de largada de sua classe, a 11ª no geral, e vai largar na quinta fila. O brasileiro divide o protótipo #13 com o suíço Mathias Beche, e o dinamarquês David Heinemeier-Hansson.

Em 2016, Nelsinho foi o vencedor da prova entre os protótipos privados, já representando a Rebellion Racing. Dez anos antes, o brasileiro participou das 24 Horas com um Aston Martin e foi o quarto colocado na categoria GT1.

No treino classificatório, Piquet Jr. e seus parceiros foram atrapalhados pelo tráfego e não conseguiram encaixar a melhor volta. No entanto, o trio está confiante no ritmo de corrida para brigar pela vitória na classe, já que nos treinos livres o time disputou os primeiros lugares.

Com pontuação dobrada, a prova é fundamental para as pretensões de Nelsinho no Mundial de Endurance (WEC). O brasileiro é o sétimo colocado na classificação geral de pilotos na LMP2 e um bom resultado pode levar Nelsinho à briga pelo título.

A largada para as 24 Horas de Le Mans será às 9h30 (de Brasília), e os canais Fox Sports farão a cobertura de toda a prova, com janelas de transmissão ao vivo e flashes ao longo da programação.
O que eles disseram:

“O grande desafio dessas 24 Horas de Le Mans é a pilotagem pela madrugada. É preciso manter a concentração o tempo todo, às vezes você fica muitos segundos acelerando no retão à noite, então é fundamental manter o foco para evitar alguma surpresa. Isso sem contar a dificuldade de se aquecer os pneus, principalmente entre as 4 e 6 da manhã. Ainda tenho de enfrentar uma situação curiosa, já que sou alérgico ao pólen, e o circuito é todo cercado por flores. Mas é mais um desafio a superar e vamos atrás de um grande resultado”.

Nelsinho Piquet, piloto do protótipo #13

“Colocamos nossos carros em quarto e quinto no grid da categoria. Nosso objetivo era colocar os dois carros entre os seis primeiros, então estou feliz com essas posições. É encorajador para todos nós, porque nossos dois carros estão próximos. Tentamos melhorar nossos tempos, mas havia muito tráfego e alguns carros saindo da pista. Mas é igual para todos, então não podemos ficar desapontados”.

Bart Hayden, chefe da Rebellion Racing