Metade das 24 horas já se foram e Toyota segue na liderança

O Toyota #6 liderou as 24 Horas de Le Mans na marca de meia prova nas primeiras horas da manhã do domingo francês, com Kamui Kobayashi assumindo os comandos das mãos de Mike Conway.

Como tem sido o caso antes das suas mais recentes paradas durante o seu stint, Conway forçou para aumentar a liderança do Toyota sobre o Porsche #2 de Romain Dumas.

Enquanto o tempo extra para a troca de piloto fez com que Dumas assumisse a liderança quando Conway parou, o #6 reassumiu a liderança quando Dumas entrou pouco antes da marca de 12 horas de prova.

A Toyota trocou pilotos em seu segundo carro também, com Anthony Davidson assumindo o #5 terceiro colocado das mãos de Sebastien Buemi.

O Audi #8, que tem Lucas di Grassi no trio, é agora pilotado por Oliver Jarvis, ocupando a quarta posição.

Enquanto a recuperação do Audi #7 começou ao ultrapassar o Rebellion #13 pela quinta posição, enfrentou problemas pouco antes das 12 horas de prova, forçando Marcel Fassler a parar nos esses antes de voltar aos boxes.

Outro carro de fábrica com problemas na LMP1 – o Porsche #1 – finalmente retornou à corrida depois de duas estadias na garagem de mais de uma hora cada para resolver problemas com altas temperaturas no motor.

Brendon Hartley era um dos carros mais rápidos uma vez que o 919 voltou ao ritmo, com mais reparos sendo necessários depois de uma troca da bomba de água não ter resolvido o problema mais cedo.

A batalha na LMP2 entre o #36 Signatech Alpine, o #46 Thiriet by TDS Racing ORECA e o #26 Jota-run G-Drive ORECA continuou por mais horas.

A Risi Competizione continua a liderar na GTE Pro, com Matteo Malucelli assumindo o carro de Toni Vilander.

Na GTE Am, o #88 Abu Dhabi-Proton Porsche lidera, agora nas mãos de Khaled Al Qubaisi, com a Scuderia Corsa Ferrari de Towsend Bell quase um minuto atrás.