Com entrada na Fórmula E, Porsche abandonará LMP1 do WEC

A Porsche não irá mais competir na divisão LMP1 do WEC (Campeonato Mundial de Endurance) no final desta temporada para se dedicar à sua entrada na Fórmula E.

A fabricante alemã sairá da maior categoria de carros esportivos após quatro temporadas com o 919 Hybrid, um ano antes do término de seu contrato previsto para o fim de 2018.

A Porsche, assim como a Mercedes, se juntará a Fórmula E para a temporada seis em 2019/20.

“Entrar na F-E e alcançar o sucesso nesta categoria são os resultados lógicos do nosso programa de veículos rodoviários.

“A crescente liberdade de desenvolvimento de tecnologia interna torna a FE muito atraente para nós.

“Para nós, a FE é o melhor ambiente competitivo para impulsionar o desenvolvimento de veículos de alto desempenho em áreas com sustentabilidade ambiental e eficiênci”, disse Michael Steiner, membro do conselho da Porsche.

O fundador da F-E, Alejandro Agag, disse que a decisão da Porsche foi um grande avanço para a série.

“Se alguém me dissesse quando iniciamos este projeto há cinco anos, que estaríamos anunciando uma parceria com uma marca como a Porsche, não acreditaria”, disse ele.

“Ter um nome como Porsche na Fórmula E, com tudo o que representa em termos de corrida e patrimônio – e em termos de carros esportivos – é um ponto de inflexão em nossa busca para mudar a percepção pública sobre os carros elétricos”.

A Porsche reafirmou o seu compromisso com as corridas GT e continuará a gerir o novo RSR 911 traseiro na classe GTE Pro do WEC e no GT no IMSA.