Por dois milésimos, Átila Abreu faz a pole no Velo Città

Essa será a primeira vez que o piloto da Shell Racing largará na frente em 2017

“Foi muito tenso esperar, ainda mais quando você sabe que vai ser definido por milésimos”. Essa frase de Átila Abreu resume como foi a disputa pela Pole Position HERO para a sétima etapa da temporada 2017 da Stock Car, no Autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu (SP). Na disputa entre os seis pilotos que brigaram pela posição privilegiada do grid, o competidor da Shell Racing levou a melhor sobre o líder do campeonato, Daniel Serra, e vai largar na frente pela primeira vez no ano.

Quarto colocado na classificação, com 136 pontos, Átila Abreu precisa da vitória para entrar na briga pela disputa do título e espera começar a arrancada no campeonato em Mogi Guaçu. “O Daniel está em um grande ano e tem feito uma temporada espetacular. Tenho que parabenizar toda a equipe pela evolução do carro nos treinos. Fiz a minha parte na pista, mas sem o trabalho deles nada teria sido possível. Dois milésimos não é nem uma piscada. Ele foi muito bem no primeiro trecho, mas o meu último trecho foi muito bom. Quero muito essa vitória para entrar de vez na briga pelo título”, comemorou Átila.

O líder do campeonato Daniel Serra dominou os treinos livres e mostrou que está competitivo, mas lamentou perder a Pole Position HERO para Átila. “Eu preferia perder por meio segundo, porque não teria o que fazer, do que perder por dois milésimos. É difícil calcular como eu poderia tirar essa diferença. Mas o que importa é que o carro está muito bom, se comportou bem nos treinos. Estamos motivados para amanhã e para o resto do campeonato”, disse Daniel.

Terceiro colocado no grid, Felipe Fraga destacou a evolução nas últimas etapas. “Duas corridas que estamos com um bom ritmo, na segunda fase do classificatório acabei fazendo uma volta rápida a mais e isso me custou caro. Acabei errando um pouco na curva 9 e para ser pole na Stock você precisa fazer uma volta perfeita. Vou com tudo para a primeira corrida”, explicou. Na etapa anterior, em Curvelo, o atual campeão venceu uma das provas da rodada dupla.

 

Confira como foi o treino classificatório:

Q1

Na primeira parte do treino classificatório, os pilotos são divididos em dois grupos de acordo com a posição na tabela do campeonato para definir os 15 que avançam à segunda fase. Com a temperatura da pista em torno dos 44ºC, Marcos Gomes foi o mais rápido, seguido por Felipe Fraga, Rubens Barrichello, Átila Abreu, Gabriel Casagrande, Daniel Serra, Max Wilson, Galid Osman, Rafael Suzuki, Thiago Camilo, Cacá Bueno, Ricardo Mauricio, Márcio Campos, Felipe Lapenna e Tuka Rocha.

 

Q2

Os 15 melhores pilotos da fase anterior entram na pista ao mesmo tempo para decidir em oito minutos os seis que disputam a pole para a etapa no Velo Città. Daniel Serra, Felipe Fraga, Marcos Gomes, Átila Abreu, Gabriel Casagrande e Max Wilson. Os campeões Cacá Bueno, Rubens Barrichello e Ricardo Mauricio ficaram de fora. Thiago Camilo que havia avançado para a terceira fase em todas as etapas também não conseguiu ficar entre os melhores e vai largar em sétimo.

 

Q3

Os seis melhores tempos da segunda fase do classificatório entram na pista separadamente para uma única volta rápida para decidir o Pole Position HERO. E por apenas dois milésimos, Átila Abreu vai largar na frente pela primeira vez no ano, seguido por Daniel Serra, Felipe Fraga, Max Wilson, Gabriel Casagrande e Marcos Gomes.

O fã da principal categoria do automobilismo brasileiro pode escolher até as 14h20 deste domingo os três pilotos que ganharão o HERO Push, botão extra que gera potência e mais velocidade aos motores do carro, ajudando os competidores durante a prova na defesa ou no ataque. Acesse http://stockcar.com.br/#heropush e vote.

 

Confira como ficou o grid de largada:

 

  1. 51 Átila Abreu (Shell Racing) 1:28.277
  2. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) – 1:28.279
  3. 40 Felipe Fraga (Cimed Racing Team) – 1:28.337
  4. 65 Max Wilson (RCM Motorsport) – 1:28.505
  5. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – 1:28.651
  6. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) – 1:28.750
  7. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – 1:28.527
  8. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – 1:28.541
  9. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports) – 1:28.612
  10. 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – 1:28.698
  11. 28 Galid Osman (Ipiranga Racing) – 1:28.738
  12. 31 Marcio Campos (Blau Motorsport) – 1:28.849
  13. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) – 1:28.853
  14. 8 Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports) – 1:28.971
  15. 25 Tuka Rocha (RCM Motorsport) – 1:29.171
  16. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) – 1:28.848
  17. 117 Guilherme Salas (Vogel Motorsport) – 1:28.867
  18. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – 1:28.915
  19. 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – 1:28.918
  20. 44 Betinho Valério (HERO Motorsport) – 1:29.002
  21. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – 1:29.030
  22. 5 Denis Navarro (Cimed Racing Team) – 1:29.031
  23. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) – 1:29.109
  24. 70 Diego Nunes (HERO Motorsport) – 1:29.132
  25. 12 Lucas Foresti (Full Time Academy) – 1:29.193
  26. 73 Sergio Jimenez (Bardahl Hot Car) – 1:29.240
  27. 18 Allam Khodair (Full Time Sports) – 1:29.243
  28. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) – 1:29.453
  29. 9 Guga Lima (Bardahl Hot Car) – 1:29.634
  30. 3 Bia Figueiredo (Full Time Academy) – 1:29.869
  31. 188 Beto Monteiro (Scuderia Colón) – 1:30.338

Resultado sujeito a verificações técnicas e desportivas