No Rally Dakar, estreante brasileiro fica entre os dez melhores em etapa

O Brasil entrou para valer na disputa do Rally Dakar 2016. Competidores conhecidos como Guilherme Spinelli e Youssef Haddad (Mitsubishi) aceleraram forte nesta segunda-feira (4). Nos quadriciclos, Marcelo Medeiros (Yamaha), único representante do país na categoria, estreou no maior rali do mundo com bom resultado. O maranhense de 26 anos surpreendeu ao conquistar a oitava colocação na segunda etapa da competição, que teve percurso entre Villa Carlos Paz e Termas do Río Hondo, na Argentina. Ele disputou ao lado de grandes nomes da categoria, como o chileno Ignacio Casale (Yamaha), que levou o primeiro lugar. Rafal Sonik (Yamaha), um dos favoritos ao título, teve problemas durante a prova e ficou em terceiro.

Nas motos, Jean Azevedo (HSA Rally Team), que também é o único brasileiro da categoria, caiu nos primeiros 20 quilômetros da especial desta segunda-feira, mas não desanimou e terminou a prova. A queda danificou o tanque de combustível e foi preciso diminuir o ritmo para chegar ao final do percurso, o que lhe rendeu a 132ª posição na segunda das 13 etapas da competição, o que lhe dá chances de recuperar pontos no mais difícil rali do planeta. A vitória foi do australiano Toby Price (KTM).

Com três carros representando o país no Dakar, a disputa da categoria foi equilibrada. Guilherme Spinelli e Youssef Haddad (Mitsubishi) foram a dupla brasileira mais bem colocada do dia e garantiram o 18º lugar. A vitória ficou por conta do francês Sebastien Loeb e do monegasco Daniel Elena (Peugeot). O pentacampeão e recordista da prova, Stéphane Peterhansel e Jean Paul Cotrett (Peugeot) chegaram em segundo. Antonio Franciosi e Gustavo Guguelmin (Mitsubishi) ficaram com a 66ª posição e os estreantes Jorge Wagenfuhr e Joel Kravtchenko chegaram em 107º.

Nos UTVs, subcategoria elencada no ranking dos carros, Leandro Torres e Lourival Roldan (Polaris) conquistaram a 83ª colocação na classificação geral. Nos caminhões, categoria dominada pelos russos da Kamaz, o primeiro lugar foi do trio composto pelo holandês Hans Stacey e pelos belgas Bruynkens Serge e Jan Van Der Vaet (MAN).

Programação do Rally Dakar 2016

02/01: Largada promocional Buenos Aires (ARG) – Rosário (ARG)

Motos, Quadriciclos, Carros, Caminhões

Total: 346 quilômetros – Trecho Cronometrado: 11 quilômetros

03/01: Rosário (ARG) – Villa Carlos Paz (ARG)

Motos e Quadriciclos – Total: 632 quilômetros – Trecho Cronometrado: 227 quilômetros

Carros e Caminhões – Total: 662 quilômetros – Trecho Cronometrado: 258 quilômetros

04/01: Villa Carlos Paz (ARG) – Termas do Río Hondo (ARG)

Motos e Quadriciclos – Total: 786 quilômetros – Trecho Cronometrado: 450 quilômetros

Carros e Caminhões – Total: 858 quilômetros – Trecho Cronometrado: 521 quilômetros

05/01: Termas de Río Hondo (ARG) – Jujuy (ARG)

Motos e Quadriciclos – Total: 663 quilômetros – Trecho Cronometrado: 314 quilômetros

Carros e Caminhões – Total: 663 quilômetros – Trecho Cronometrado: 314 quilômetros

06/01: Jujuy (ARG) – Jujuy (ARG)

Motos, Quadriciclos e Carros – Total: 629 quilômetros – Trecho Cronometrado: 429 quilômetros

Caminhões – Total: 619 quilômetros – Trecho Cronometrado: 418 quilômetros

07/01: Jujuy (ARG) – Uyuni (BOL)

Motos e Quadriciclos – Total: 642 quilômetros – Trecho Cronometrado: 327 quilômetros

Carros e Caminhões – Total: 642 quilômetros – Trecho Cronometrado: 327 quilômetros

08/01: Uyuni (BOL) – Uyuni (BOL)

Motos, Quadriciclos e Carros – Total: 723 quilômetros – Trecho Cronometrado: 572 quilômetros

Caminhões – Total: 600 quilômetros – Trecho Cronometrado: 295 quilômetros

09/01: Uyuni (BOL) – Salta (ARG)

Motos e Quadriciclos – Total: 793 quilômetros – Trecho Cronometrado: 353 quilômetros

Carros e Caminhões – Total: 793 quilômetros – Trecho Cronometrado: 353 quilômetros

10/01: Dia de descanso em Salta (ARG)

11/01: Salta (ARG) – Belén (ARG)

Motos e Quadriciclos – Total: 766 quilômetros – Trecho Cronometrado: 393 quilômetros

Carros e Caminhões – Total: 766 quilômetros – Trecho Cronometrado: 393 quilômetros

12/01: Belén (ARG) – Belén (ARG)

Motos e Quadriciclos – Total: 436 quilômetros – Trecho Cronometrado: 285 quilômetros

Carros e Caminhões – Total: 396 quilômetros – Trecho Cronometrado: 285 quilômetros

13/01: Belén (ARG) – La Rioja (ARG)

Motos e Quadriciclos – Total: 561 quilômetros – Trecho Cronometrado: 278 quilômetros

Carros e Caminhões – Total: 763 quilômetros – Trecho Cronometrado: 278 quilômetros

14/01: La Rioja (ARG) – San Juan (ARG)

Motos e Quadriciclos – Total: 712 quilômetros – Trecho Cronometrado: 431 quilômetros

Carros e Caminhões – Total: 712 quilômetros – Trecho Cronometrado: 431 quilômetros

15/01: San Juan (ARG) – Villa Carlos Paz (ARG)

Motos, Quadriciclos e Carros – Total: 931 quilômetros – Trecho Cronometrado: 481 quilômetros

Caminhões – Total: 866 quilômetros – Trecho Cronometrado: 267 quilômetros

16/01: Villa Carlos Paz (ARG) – Rosário (ARG)

Motos e Quadriciclos – Total: 699 quilômetros – Trecho Cronometrado: 180 quilômetros

Carros e Caminhões – Total: 699 quilômetros – Trecho Cronometrado: 180 quilômetros