Paludo é 20º no grid e 4º em sua classe na preliminar das 24 Horas de Le Mans

Com 61 carros inscritos, evento tem o recorde de Porsches mecanicamente idênticos disputando a prova

O evento suporte da maior corrida de longa duração do planeta é uma prova de superlativos dignos das 24 Horas de Le Mans. Com nada menos que 61 Porsches no grid –um recorde na vitoriosa trajetória dos carros da marca–, a etapa da Carrera Cup Le Mans vai gerar impressionantes 28.000 HP nos 13,6 km do mítico circuito francês. A corrida tem largada prevista para 5h15 de sábado pelo horário de Brasília.

Único brasileiro do grid, o campeão da Porsche Império GT3 Cup em 2016 e atual líder do campeonato, Miguel Paludo, fez bonito em sua jornada de estreia no evento. O gaúcho classificou o carro #17 em vigésimo no geral e quarto na categoria reservada aos novatos.

Ele compete em Le Mans como prêmio pelo título “overall” do ano passado, o primeiro da história da principal competição de Gran Turismo da América Latina.

Ao todo foram três sessões, as duas primeiras usadas pelo competidor para conhecer o traçado e afinar o trabalho com a equipe italiana Dinamic Motorsport. Paludo fechou o primeiro treino livre em 14o e o segundo em 11o.

A corrida será exibida ao vivo pelo canal oficial da categoria na internet: Porsche.co.uk/CarreraCupLeMansLive

 

O que Paludo disse:

“Foi um dia bastante positivo. No primeiro treino procurei me adaptar à pista, porque antes do treino só tinha conseguido pegar alguns trechos do circuito. Peguei a pista rápido porque o simulador me ajudou muito e acabei em 14o com um pneu de 20 voltas. Aí no segundo treino, com um pneu de 15 voltas baixei um segundo e fiquei em 11o. Então pro quali acabei pegando um setor com bandeira amarela na primeira tentativa com pneu zero, troquei e fui para a última tentativa com pneu novo. Fui atrapalhado em uma volta e na seguinte teve novamente um setor com amarela. Classificamos em vigésimo e estou bem confiante, com o acerto do carro para a corrida. Estou feliz de andar no pelotão da frente, não sabia o que esperar antes de ir pra pista e o resultado foi bem positivo. Estou otimista para a prova, quando vamos procurar fazer uma corrida limpa e avançar no pelotão”