Toyota aberta a oferecer teste para Raikkonen no WRC

Kimi Raikkonen vive um futuro incerto na Fórmula 1, enquanto a Ferrari se inclina para substituí-lo por Charles Leclerc em 2019.

Mas Tommi Makinen, chefe da equipe Toyota no Mundial de Rally (WRC) está pronto para oferecer um Yaris para o piloto finlandês testar. Embora as recentes histórias que ligam Raikkonen a um retorno ao WRC com a Toyota foram “completamente derrubadas”, Makinen deixou claro que a porta está aberta para um teste.

“Ele não testou nada agora, mas porque não? Se ele quiser dirigir o carro, posso deixá-lo, sem dúvida”, disse o chefe ao “Motorsport”.

Makinen esteve envolvido com Raikkonen quando ele participou de uma seleção de eventos finlandeses e italianos antes do WRC Rally Finland em 2009. O campeão finlandês concentrou-se no WRC durante o seu ano sabático na F1 em 2010-11, com o melhor resultado sendo um quinto lugar na Turquia, na sua primeira temporada.

Kaj Lindstrom, atual diretor desportivo do Toyota WRC, foi o co-piloto de Raikkonen em todos os seus ralis e também cogita um retorno do campeão da F1.

“Ele não disse nada ainda. Ele pode dizer que quer fazer um rally ou algo assim e seria interessante vê-lo no carro, mas nada foi falado.”

Sébastien Ogier, pentacampeão do WRC, disse que Raikkonen pode fazer um retorno para o campeonato.

“Se ele quiser (voltar), então tenho certeza de que ele pode ser bom. É só uma questão de saber se ele quer. Mas um nome como Raikkonen nunca é ruim para o esporte, com certeza.”

Ogier foi companheiro de equipe de Raikkonen em 2010 no time da Citroën Junior.