Fernando Alonso pronto para fazer história nas 24 Horas de Le Mans

O piloto da McLaren, Fernando Alonso, rapidamente deixou para trás a decepção de seu GP do Canadá, depois de abandonar a corrida, enquanto viajava para a França para as 24 Horas de Le Mans deste fim de semana, onde pretende fazer história.

O espanhol bicampeão mundial de Fórmula 1, que enfrenta uma fase miserável em sua carreira na F1, vai alinhar no grid com os favoritos da Toyota Gazoo Racing. Ele dividirá o carro #8 com os ex-pilotos de F1 Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima enquanto ele persegue seu sonho da Tríplice Coroa.

Cuidando de um caso leve de ‘jet-lag’, Alonso disse aos repórteres em sua chegada a Le Mans: “Eu acho que vai ser uma corrida muito especial para mim e para toda a equipe da Toyota Gazoo Racing.”

“Nossas chances de ganhar são muito boas, é verdade. Fizemos todo o trabalho, com muitos testes nas sessões de inverno, resistência e simulador. Agora, precisamos apenas fazer uma corrida muito profissional, sem erros, e teremos um bom resultado.”

“As 24 Horas de Le Mans são uma corrida muito especial, especialmente para a Toyota, que nunca venceu. Estamos todos focados nesse objetivo. Queremos levar a Toyota à vitória e fazer história. Eu realmente sinto que a equipe está pronta, mais pronta do que nunca!”

“Acho que será uma corrida muito interessante”, acrescentou Alonso, cuja equipe da Toyota é a única de fábrica na categoria LMP1. Porsche e Audi saíram de cena nos últimos anos.

Alonso venceu em sua estreia no WEC com a equipe no mês passado: “É a segunda rodada do Campeonato Mundial de Endurance. Estamos na liderança depois da nossa vitória no Spa-Francorchamps. Acabei de chegar do Grande Prêmio do Canadá, a diferença de fuso horário é de seis horas, mas é apenas segunda-feira.”

“Estou aqui agora, já focado na corrida e estarei pronto para o treino livre na quarta-feira. Quero aproveitar cada minuto dentro e fora do carro entre as sessões de quarta-feira e a parada dos pilotos na sexta-feira. Tenho certeza que será muito especial.”

Le Mans oferece ao espanhol uma trégua da melancolia que pairou sobre sua carreira na Fórmula 1 nos últimos cinco anos, Alonso reconheceu: “É verdade que na Fórmula 1 não estamos lutando pelo campeonato, mas estamos indo na direção certa. Somos cem vezes melhores do que no ano passado.”