Sprint Race: Gabriel Lusquiños (PRO) e Gerson Campos (GP) vencem a segunda corrida no Velo Città

Evento terá sua sétima etapa em Londrina (PR), com a Corrida Noturna, no dia 28 de outubro

O circuito de 3.438 metros do Velo Città, na cidade de Mogi Guaçu, no interior paulista, recebeu pela primeira vez a Sprint Race. Palco da sexta etapa da temporada 2017, onde Gabriel Lusquiños (primeiro colocado na geral e na PRO) e Gerson Campos (quarto colocado e primeiro na GP), mostraram que estão em excelente fase e competitivos, ao longo do final de semana até cruzarem a linha de chegada na prova realizada neste domingo, dia 24.

Gabriel Lusquiños conquistou a sua terceira vitória na Sprint  Race. “Foi um final de semana perfeito, segunda vitória no Velo Città, já havia vencido de Fórmula 1600. Estou muito feliz por continuar na briga pelo campeonato da categoria que é o maior objetivo”, comemorou o piloto carioca.

João Rosate largou da sexta posição e conquistou a segunda posição na segunda corrida. “Meu ritmo era bom, fiquei muito contente e este troféu levo com gosto. Fiz uma bela largada, consegui ficar entre os três primeiros do pelotão até as voltas finais”, conta o goiano que comanda o carro #58, que também garantiu a segunda posição no pódio da primeira corrida.

Gerson Campos venceu pela quinta vez na Sprint Race. “Cometi um erro na largada e cai para sétimo. Nesse momento, pensei, bom vou administrar aqui para não prejudicar a disputa dos carros da PRO. Resolvi administrar e fiquei de olho no meu concorrente direto na GP, Jorge Martelli que estabeleceu uma distância. Procurei tirar dois décimos, três décimos e fui ganhando confiança, até que ele acabou perdendo o controle, deu uma rodada e consegui passar”, festejou o piloto paulista do carro #82.

As corridas da sexta temporada contam com transmissão para todo o Brasil pelos canais BandSports, Play TV e Programa Acelerados – no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados).

Resultados da sexta etapa no Velo Città

Corrida 1

1) #44 PRO – Giuliano Losacco, 24min55seg345

2) #58 PRO – João Rosate, a a 6s312

3) #22 PRO – Gabriel Lusquiños, a 6s400

4) #17 PRO – Berlanda Jr, a 21s944

5) #27 PRO – Luiz Gustavo Túrmina, a 25s932

6) #07 PRO – Vinícius Margiota, a 26s597

7) #87 GP – Kau Machado, a 32s365

8) #111 PRO – Erik Mayrink, a 37s274

9) #13 PRO – Raphael Campos, a 37s939

10) #82 GP – Cassio Cortes, a 47s159

11) #20 GP – Jorge Garcia, a 52s438

12) #55 GP – Caê Coelho, a 1 volta

13) #12 GP – Claudio Buschmann, a 1 volta

14) #213 GP – Nuno Pagliato, a 8 voltas

15) #09 GP – Eduardo Serratto, sem tempo

 

Melhor Volta: 7 – Vinícius Margiota – 1min42seg802 – 120,395 Km/h na volta 3

 

Corrida 2

1) #22 PRO – Gabriel Lusquiños, 25min13seg153

2) #58 PRO – João Rosate, a 1s878

3) #111 PRO – Erik Mayrink, a 15s559

4) #82 GP – Gerson Campos, a 20s055

5) #87 GP – Jorge Martelli, a 25s960
6) #27 PRO – Luiz Gustavo Túrmina, a 31s4895) #87 GP

7) #13 PRO – Raphael Campos, a 40s578

8) #07 PRO – Vinícius Margiota, a 41s289

9) #20 GP – Jorge Garcia, a 43s601

10) #55 GP – Ricardo Haag, a 44s038

11) #17 PRO – Berlanda Jr, a 1 volta

12) #12 GP – Claudio Buschmann, a 2 voltas

13) #213 GP – Nuno Pagliato, a 12 voltas

14) #44 PRO – Giuliano Losacco, sem tempo

15) #09 GP – Eduardo Serratto, sem tempo

Melhor Volta: 58 – João Rosate – 1min43seg118 – 120,026 Km/h na volta 12