Pedro Piquet foca ritmo de corrida na pista mais abrasiva da Nova Zelândia

A duas etapas do fim da temporada, brasiliense mira adversários diretos pelo título

 

A Toyota Racing Series realiza neste fim de semana sua penúltima etapa de 2017. Com o campeonato afunilando, Pedro Piquet sabe que precisa destinar maior atenção aos seus dois adversários diretos pelo título.

O bicampeão da F3 Brasil vem embalado em terceiro lugar no campeonato. Ele chega à pista de Taupo credenciado pelo fato de ter sido o maior pontuador da etapa passada e pelos dois segundos lugares obtidos neste autódromo em 2016.

Com subidas e descidas e pavimento de concreto, o circuito é o mais exigente da categoria para os pneus. E foi justamente nisso que o brasiliense e a equipe M2 Competition trabalharam nos treinos livres.

“Foi um dia difícil, mas produtivo”, resumiu o piloto de 18 anos de idade.

“Nos primeiros treinos não era o mais rápido, mas ficamos o tempo inteiro entre o terceiro e o sexto lugar. É a pista que mais consome pneus no campeonato e mudamos um pouco a estratégia, colocando pneu zero no penúltimo treino e não no último. Mesmo sem a melhor condição de pista deu para melhorar o ajuste. Depois, na última sessão, ainda conseguimos baixar o tempo mesmo usando os pneus do treino anterior contra os concorrentes de pneu zero. Então é um sinal que temos um setup muito bom para as corridas, com o desempenho bem estável, sem piorar as marcas conforme vamos andando”, avaliou Piquet.

Após reduzir de 91 para 51 pontos sua diferença para o líder do campeonato no fim de semana passado, ele pretende acompanhar de perto os desempenhos do holandês Robert Verschoor e do australiano Thomas Randle, que aparecem imediatamente à sua frente na tabela de classificação. Faltam seis corridas para o fim do campeonato, com 450 pontos em disputa.

“Estamos indo para a reta final do campeonato e quero focar bastante nos dois concorrentes no quali e nas provas. Agora temos que ficar de olho neles, e, claro, tentar andar na frente deles também.”

Nesta sexta-feira acontecem as duas tomadas de tempo e a primeira corrida da programação. As duas provas complementares em Taupo serão realizadas na noite de sábado (pelo horário de Brasília).