Copa Truck: Wellington Cirino é campeão da Copa Sul

Vitória e um sexto lugar garantiram o título da primeira copa da temporada. Giuliano Losacco e André Marques finalizaram com trofeu prata e bronze

Wellington Cirino é o vencedor da Copa Sul. Com uma vitória na Corrida 1 e um sexto lugar na segunda prova o paranaense conquistou o título da primeira copa do ano e se garantiu como um dos postulantes ao título na Grande Final, que acontecerá em dezembro, em Curitiba. O pódio da primeira prova foi completado por Beto Monteiro e Adalberto Jardim. Na segunda prova Felipe Giaffone venceu, seguido por Giuliano Losacco e Renato Martins. Os resultados garantiram Losacco e André Marques com os troféus prata e bronze respectivamente. Os dois também se garantiram na disputa pelo título no final do ano.

“Hoje tivemos uma disputa muito dura, mas extremamente limpa. Vamos comemorar esse título. Tudo aconteceu como o planejado. Nós buscamos ir muito bem na primeira corrida, para na segunda focar apenas no que precisaríamos fazer para ser campeão e deu certo”, comentou Cirino.

Mesmo garantido na Grande Final, o piloto da Mercedes acredita que não pode relaxar. “Temos que trabalhar ainda mais na próxima copa. Nosso motor precisa ser melhorado. O chassi é muito bem construído e o caminhão é muito bom. Hoje na segunda prova eu cuidei muito do equipamento e pudemos ter uma leitura completa, para que daqui pra frente o caminhão seja aperfeiçoado”, acrescentou.

Como foram as corridas:

A Corrida 1 teve duas largadas. Na primeira, o pole Roberval Andrade enfrentou problemas de motor e nem conseguiu iniciar a disputa. Luiz Renato Luhrs rodou na curva 1 ainda na segunda volta e a bandeira vermelha foi acionada pela direção de prova, para retirar o caminhão que ficou parado na pista. Giaffone e Régis Boessio haviam sido punidos na primeira volta por excesso de velocidade no radar e como a prova foi interrompida a punição foi retirada.

Na segunda largada Giaffone pressionou o líder Wellington Cirino. A pressão foi aumentando até que na quarta volta o piloto da Volkswagen ultrapassou e abriu vantagem. No entanto, Giaffone foi punido por excesso de velocidade no radar e teve de pagar um drive through. A punição jogou Giaffone para trás e o piloto da Volkswagen teve de fazer uma corrida de recuperação para terminar em sexto lugar. O gaúcho Boessio vinha em terceiro e na última volta enfrentou problemas mecânicos que o tiraram do pódio.

Para a segunda corrida, com a inversão dos dez primeiros colocados, Renato Martins largou na frente, com Giuliano Losacco em segundo e Giaffone em terceiro. Giaffone fez uma excelente largada e superou os dois adversários logo na curva 1. Após a ultrapassagem Giaffone abriu vantagem.

Losacco superou Renato Martins na largada e conseguiu segurar a posição até o final. André Marques em quarto e Beto Monteiro em quinto completaram o pódio da segunda prova. No entanto, Beto foi punido com o acréscimo de 20 segundos em seu tempo final de prova por alinhar fora de sua posição no grid. Adalberto Jardim herdou a quinta posição.

 

Veja como terminou a Corrida 1:

  1. 6 Wellington Cirino (Mercedes) – 14 voltas em 20min59s333
  2. 88 Beto Monteiro (Iveco) – 9.721
  3. 5 Adalberto Jardim (Volkswagen) – 10.555
  4. 77 André Marques (Mercedes) – 10.682
  5. 7 Débora Rodrigues (Volkswagen) – 23.300
  6. 4 Felipe Giaffone (Volkswagen) – 32.709
  7. 90 Giuliano Losacco (Iveco) – 35.267
  8. 9 Renato Martins (VW MAN) – 37.140
  9. 83 Régis Boessio (Volvo) – 39.820
  10. 30 Rogerio Castro (Volkswagen) – 41.658
  11. 47 Duda Bana (Volvo) – 56.134
  12. 99 Luiz Lopes (Iveco) – 1:13.293
  13. 13 Witold Ramasauskas (VW MAN) – 1:14.069
  14. 333 Alex Fabiano GG (Mercedes) – a 3 voltas

Não completaram 75% da prova:

  1. 27 Fábio Fogaça (Ford)
  2. 72 Djalma Fogaça (Ford)
  3. 15 Roberval Andrade (Scania)
  4. 46 Luiz Renato Luhrs (Scania)

 

Corrida 2:

  1. 4 Felipe Giaffone (Volkswagen) – 16 voltas em 24:08,780
  2. 90 Giuliano Losacco (Iveco) – a 6.805
  3. 9 Renato Martins (VW MAN) – a 10.628
  4. 77 André Marques (Mercedes) – a 10.784
  5. 5 Adalberto Jardim (Volkswagen) – a 15.505
  6. 6 Wellington Cirino (Mercedes) – a 18.129
  7. 88 Beto Monteiro (Iveco) – a 34.698*
  8. 13 Witold Ramasauskas (VW MAN) – a 35.854
  9. 333 Alex Fabiano GG (Mercedes) – a 53.478
  10. 7 Débora Rodrigues (Volkswagen) – a 1 volta
  11. 47 Duda Bana (Volkswagen) – a 1min23s037
  12. 99 Luiz Lopes (Iveco) – a 2 voltas

Não completaram 75% da prova:

  1. 72 Djalma Fogaça (Ford) – a 5 voltas
  2. 30 Rogério Castro (Mercedes) – a 7 voltas
  3. 83 Régis Boessio (Volvo)
  4. 27 Fábio Fogaça (Ford)
  5. 15 Roberval Andrade (Scania)
  6. 46 Luiz Renato Luhrs (Scania)

* Punido com o acréscimo de 20 segundos por alinhamento fora de sua posição no grid

 

Classificação final da Copa Sul:

  1. Wellington Cirino – 70 pontos
  2. Giuliano Losacco – 60
  3. André Marques – 57
  4. Felipe Giaffone – 52
  5. Beto Monteiro – 52
  6. Renato Martins – 52
  7. Débora Rodrigues – 45
  8. Régis Boessio – 34
  9. Witold Ramasauskas – 33
  10. Alex FAbiano GG – 31
  11. Adalberto Jardim – 29
  12. Luiz Lopes – 29
  13. Rogério Castro – 16
  14. Duda Bana – 14
  15. Zé Maria Reis – 11
  16. Djalma Fogaça – 10
  17. Fábio Fogaça – 8
  18. Luiz Renato Luhrs – 0
  19. Roberval Andrade – 0
  20. Eurípedes Reis – 0