Canadá recebe brasileiros para a 1ª prova no exterior da Fórmula Vee

Corrida inaugura intercâmbio com a Challenge Cup Series, associação do Canadá e EUA. Circuito canadense terá três provas neste fim de semana

Foi dada a largada para a primeira prova no exterior da parceria entre a Fórmula Vee Brasil e a Challenge Cup Series.

Nesta sexta-feira, os primeiros pilotos brasileiros a participar do intercâmbio internacional entraram na pista para os treinos livres, no Canadian Tire MotorSport Park, em Bowmanville, próximo a Toronto.

Eles vão disputar três provas no fim de semana, válidas pelo campeonato que reúne pilotos canadenses, sul-africanos e dos EUA.

O paulista Murillo Latorre e o amazonense Gabriel Silva aceleraram os carros preparados especialmente para eles. São modelos um pouco diferente dos quais estão acostumados a correr no Brasil.

Para esta prova inaugural da parceria internacional, os brasileiros vão competir na categoria F1200. No Brasil, a FVee utiliza motores mais potentes, o VW 1600.

“Apesar de menos velozes, os carros parecem muito bons”, disse Murillo Latorre, de 34 anos, após seu primeiro treino. “É preciso agora conhecer o traçado e buscar o melhor acerto possível para a primeira prova, já na manhã de sábado.”

Gabriel Silva, 19 anos, recebeu um carro totalmente novo, e por isso trabalhou neste primeiro dia nos acertos. “É sem dúvida uma experiência incrível e uma oportunidade fantástica que a Fórmula Vee Brasil está oferecendo. Espero poder retribuir com bons resultados nestas três provas”, afirmou.

Pelo acordo, os brasileiros recebem carros de equipes locais. Neste caso, foram fornecidos por Johan Wasserman, um dos diretores da Challenge Cup. Os pilotos pagam apenas as despesas da viagem.

Neste sábado, serão disputadas duas provas, e mais uma no domingo. No Canadá, esta é a única corrida do calendário da Challenge Cup Series. As demais estão previstas para os EUA.