Danica Patrick anuncia que deixará as corridas após a Daytona 500 e Indy 500

Danica Patrick deu adeus às corridas durante uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira no ‘Miami Speedway’.

“Esta será minha última temporada como piloto em tempo integral”, disse Patrick, antes de revelar seus planos para terminar sua carreira executando mais duas corridas em 2018, a Daytona 500 e as 500 Milhas de Indianápolis.

Embora Patrick tenha dito que os detalhes não foram acertados para nenhuma das corridas, ela indicou que as negociações em ambos os eventos estão em negociação há algum tempo.

“Estamos com propostas diferentes para avançar, mas ainda não há nada”, disse Patrick. “Com sorte, será em breve, mas coisas definitivamente não estão acertadas”.

Patrick anunciou recentemente que ela iria abandonar o #10 da Stewart-Haas Racing Ford no fim da temporada, citando falta de patrocínio. Aric Almirola irá substituí-la no próximo ano.

“Às vezes, são grandes pancadas, e outras vezes nem tanto. Mas eu definitivamente me deparei com situações no início do ano que eu nunca tinha enfrentado antes. Eu nunca tive problemas de patrocinador”.

“Mas isso me fez pensar sobre as coisas. E estou entusiasmada com a próxima fase, confie em mim”.

Acredita-se que a Daytona 500 seja a última corrida de Patrick em um carro da Monster Energy NASCAR Cup Series, já que Daytona é o palco de sua primeira conquista na série. Patrick ganhou o Prêmio Coors Light Pole em 2013, a única pole de sua carreira no campeonato.

Ela conseguiu sete top-10 em 189 corridas, com o melhor resultado uma P6 em Atlanta 2014.

Mas Patrick ficou frustrada com a dificuldade de encontrar a velocidade necessária para competir com os pilotos de “elite” do esporte.

“É super-competitivo”, disse Patrick. “É o dobro do grid da IndyCar, 40 ao invés de 20, basicamente. Os carros fazem uma grande diferença. Eu sinto que há muito fora do controle do pilotos, e isso é frustrante; Eu tentei todas as abordagens que puder para descobrir como fazer o carro ir rápido”.