Yamaha com dificuldades larga na quarta fila em Jerez de la Frontera

A equipe de fábrica da Yamaha na MotoGP, admitiu que não está sendo competitiva como esperado no GP da Espanha, neste final de semana.

Jerez tem sido tradicionalmente um terreno feliz para a Yamaha, mas a equipe de trabalho suportou um fraco GP da Espanha no ano passado – com Maverick Viñales e Valentino Rossi lutando pelo seu sexto e décimo lugar, respectivamente. Depois de um grande avanço em Austin, o time estava otimista em direção a Jerez, mas o ritmo da equipe tem sido fraco. Neste sábado, o italiano se classificou em 10º e o espanhol em 11º.

“Sabíamos que teríamos um pouco de recuperação no primeiro dia de pilotagem em Jerez, porque não fizemos o teste aqui no início deste ano, mas esperávamos estar melhores nesta etapa. Finalmente, quando colocamos o pneu macio para fazer o tempo de ataque, nossas expectativas não foram atendidas. Temos que melhorar a velocidade e o ritmo – este último é o mais importante para a corrida”, afirmou o diretor da equipe, Massimo Meregalli.

Rossi falou sobre o desempenho da Yamaha na pista: “Eu não estou muito feliz com o equilíbrio da moto, temos que modificar o equilíbrio geral, o sentimento geral, mas especialmente nós sofremos com os pneus, porque nesta pista, o novo asfalto é melhor, mas você anda muito, e nessa situação sofremos”, disse o italiano.

Vinales também não se mostrou satisfeito com o resultado, até agora, em Jerez: “Em Austin nós melhoramos bastante, mas desde que chegamos aqui os problemas começaram de novo. A moto está se movendo muito, então temos que continuar trabalhando e manter o foco”, respondeu o piloto.

 

>> Confira o grid de largada completo