Van der Mark substituirá Rossi em Aragon

A Yamaha anunciou que Michael van der Mark, da World Superbike, substituirá Valentino Rossi na próxima etapa da MotoGP em Aragon.

Rossi fraturou sua perna direita em um incidente de motocross antes da corrida do último fim de semana em Misano e não pôde participar de sua prova em casa.

Seu tempo mínimo de recuperação foi estimado em “30 a 40 dias”, mas o italiano não havia descartado a possibilidade de correr em Aragon 22 dias após seu acidente.

Contudo, Lin Jarvis, chefe da equipe, agora confirmou que Rossi não estará totalmente recuperado a tempo, e com a Yamaha obrigada a colocar duas motos na pista em Aragon, o holandês van der Mark, de 24 anos, ocupará seu lugar.

“Sendo virtualmente impossível para Valentino correr em Aragon, a Yamaha decidiu buscar um substituto capaz dentro de seu próprio grupo de pilotos contratados”, disse Jarvis. “Nós dedidimos que Michael van der Mark deveria ter a oportunidade desta vez”.

“Nunca é fácil entrar no lugar de outro piloto e ainda mais difícil substituir Valentino Rossi, mas nós acreditamos que Michael possui todas as credenciais e experiência para fazer um bom trabalho. Nós lhe daremos o melhor suporte e lhe desejamos sucesso nesta oportunidade empolgante”.

Van der Mark juntou-se à Yamaha para o World Superbike 2017, depois de deixar a Honda onde ganhou o título Supersport 2014 e conquistou nove pódios na Superbike.

Ele atualmente é o sétimo na classificação da WSBK. dois lugares atrás do colega de equipe Alex Lowes.

“Eu nunca subi em uma moto da MotoGP antes, então será uma experiência completamente nova para mim”, disse van der Mark.

“Eu estou muito curioso para saber como é montar em uma máquina desse tipo.

“Eu percebo que não será fácil ir direto para uma sessão de treino oficial sem qualquer teste prévio.

“No entanto, estou muito agradecido com a Yamaha pela oportunidade. Estou certo de que serpa uma ótima experiência de aprendizagem.”

Depois da corrida em Misano, Rossi está 42 pontos atrás dos líderes do campeonato da MotoGP Marc Marquez e Andrea Dovizioso, com cinco corridas para o fim.