Rossi diz que retorno de Lorenzo à moto da Yamaha traria motivação

Valentino Rossi acredita que o potencial regresso de Jorge Lorenzo à Yamaha lhe daria uma “melhor motivação”.

Lorenzo está cada vez mais perto de se deixar a Ducati, provavelmente no final deste ano. Com a Suzuki assinando com Joan Mir, a única esperança do tricampeão para 2019 parece estar em uma Yamaha de equipe satélite.

Apesar da relação tumultuada entre Lorenzo e Rossi, durante o período como companheiros de equipe em 2008-2010 e de 2013 a 2016, o italiano disse que não teria objeções à Lorenzo voltar ao time da Yamaha.

O italiano sugeriu que Lorenzo cumprisse um papel semelhante ao atual piloto da Tech3, Johann Zarco, em uma terceira Yamaha de fábrica que ajudaria a impulsioná-lo.

“Depois de tentar deter o Zarco, eu também tentarei impedir o Lorenzo”, brincou Rossi, referindo-se à especulação sobre o veto da empresa italiana em Zarco obter uma moto de fábrica para 2018.

“Fui companheiro de equipe com o Jorge durante muito tempo e ele é um grande piloto, é capaz de pilotar a Yamaha muito depressa. Vai ser difícil se o Lorenzo voltar, mas a situação será muito semelhante a este ano porque temos o Zarco, que é muito forte”, disse Rossi.

“Em um ponto de vista, é mais difícil, mas também é bom porque você tem uma motivação melhor e você também pode ver como os outros pilotos andam e tentam aprender e melhorar”, esclareceu o italiano.