Programado à perder vaga na MotoGP, Redding considera ser piloto de testes da Aprilia

Scott Redding, piloto da Aprilia na MotoGP, disse que está considerando uma oferta para continuar com a equipe, em um papel de testes no próximo ano.

Redding, que se juntou à Aprilia em um contrato de um ano em 2018, perderá sua vaga para Andrea Iannone no próximo ano e não tem oportunidades para continuar como piloto de corridas.

No entanto, foi relatado que Redding foi oferecido para permanecer como piloto de testes da Aprilia. Quando perguntado sobre a oportunidade, o britânico confirmou que esta era uma via possível.

“Eu tenho que considerar isso. Como está, não tenho emprego no ano que vem em nenhum lugar, então tenho que considerar todas as opções que posso obter”, disse Redding ao “Motorsport” em Assen.

“Ser piloto de testes não é realmente algo que eu queira fazer. Não é minha paixão. Tenho 25 anos, quero correr, quero vencer. Mas se a minha carreira chegar a esse ponto, tenho de aceitar, trabalhar com a Aprilia para fazer o melhor pacote para eles”, acrescentou.

Questionado se este poderia ser um caminho potencial – para um regresso nas pistas da MotoGP – Redding disse: “Quantos pilotos de testes voltaram a correr, mesmo com bons resultados?

“Tal como (o piloto de teste da Ducati, Michele) Pirro, (na KTM, Mika) Kallio, esses caras têm experiência e têm bons resultados. Eles não vão voltar.

“Esse é o meu único medo. Talvez eu seja piloto de testes por 10 anos, e eu possa me preparar para a vida. Ou talvez eu possa competir com algo e ser piloto de testes.”

Depois de descobrir que perderia o seu posto na RS-GP, Redding falou sobre a Moto2 e o World Superbikes como destinos potenciais para 2019.