Pedrosa define data para revelar seu futuro na MotoGP

Dani Pedrosa chegou a uma decisão sobre o seu futuro na MotoGP e pretende revelar seus planos em uma conferência na próxima quinta-feira (12) em Sachsenring, durante o GP da Alemanha.

No mês passado, foi confirmado que Pedrosa deixará a equipe da Honda no final de 2018 e será substituído por Jorge Lorenzo. Uma aposentadoria é agora uma opção séria para Pedrosa, apesar do espanhol ser fortemente ligado à nova Yamaha satélite da Petronas, que se prepara para entrar no grid em 2019.

“Finalmente tomei uma decisão sobre o meu futuro. Quero poder comunicá-lo pessoalmente e a todos ao mesmo tempo”, escreveu Pedrosa num breve comunicado.

“Portanto, em Sachsenring eu organizarei uma conferência de imprensa para anunciá-lo. Espero que minha decisão de esperar até lá para torná-la pública seja respeitada”, acrescentou.

Caso o espanhol decida sair da categoria, abriria uma oportunidade inesperada para outro piloto se alinhar-se ao lado de Franco Morbidelli, em uma Yamaha satélite na próxima temporada.

Álvaro Bautista, piloto da Nieto Ducati, afirmou que as suas chances de permanecer na MotoGP dependem da decisão de Pedrosa, enquanto Bradley Smith, da KTM, também afirmou que está a perder o lugar para Johann Zarco.

Este ano, Pedrosa vive a pior campanha desde a sua entrada no campeonato mundial, nas 125cc em 2001, tendo marcado apenas 41 pontos em oito corridas – 99 a menos do que o companheiro de equipe na Honda Marc Márquez.