Marc Márquez planeja reação na corrida dos Estados Unidos

Três dias depois de quebrar o recorde de pole positions do MotoGP, quando largou em primeiro lugar pela 66ª vez na carreira, o piloto Marc Márquez, da Repsol Honda Team, passou pelo Brasil. Nesta terça-feira (11/4), o espanhol recebeu a imprensa nacional e internacional em São Paulo e revelou que pretende iniciar a reação em busca do sexto título mundial a partir do GP das Américas, dia 23, nos Estados Unidos.

“Estou contente por estar mais uma vez no Brasil. Ano passado cheguei mais alegre, por ter vencido a corrida da Argentina, e desta vez eu caí. Mas está tudo bem, vamos trabalhar para me recuperar no campeonato”, afirmou o espanhol, que novamente manifestou o desejo de correr no Brasil. “Gostaria muito que tivesse um grande prêmio por aqui”, declarou.

Nas duas corridas realizadas em 2017, Márquez ficou em quarto lugar no Catar e abandonou a etapa argentina do MotoGP após queda. O ‘Formiga Atômica’ largou na pole e liderava a prova com muita vantagem até o acidente.

Em São Paulo, o piloto falou de vários assuntos relacionados a sua carreira, desde o início na 125cc (em 2008), passando pela Moto2 (2011 e 2012), a chegada na categoria principal (MotoGP, em 2013) até os dias atuais.

“Depois das duas primeiras corridas da temporada estou em oitavo lugar. Tentarei seguir melhorando e em busca da primeira vitória deste ano. Na carreira esportiva há momentos bons e momentos ruins. Vou continuar a trabalhar em conjunto com a Honda para aprimorar cada vez mais a moto”, disse o campeão.

Marc Márquez foi recepcionado pelo diretor comercial da Honda, Alexandre Cury. “O Marc Márquez é um quebrador de recordes e um personagem de destaque no motociclismo mundial”, afirmou Cury.