Marc Marquez crava a pole-position do GP da Argentina

Marc Marquez cravou a pole-position na Argentina antes de bater em sua tentativa final. Marquez cravou um tempo de 1:39.411, mas bateu fortemente na Curva 1 durante a fase final da sessão, porém conseguiu sair andando.

Sua vantagem foi tamanha que ele conseguiu assegurar o topo, 0.375 à frente da Yamaha de Valentino Rossi, enquanto Jorge Lorenzo completa a primeira fila do grid.

Dani Pedrosa foi o quarto mais rápido na outra Honda de fábrica, à frente da dupla da Ducati, Andrea Dovizioso e Andrea Iannone.

Maverick Viñales foi a Suzuki mais bem classificada em sétimo, com Héctor Barberá em oitavo e Cal Crutchlow em nono.

Pol Espargaró superou seu irmão Aleix para ser 10º no grid, enquanto Bradley Smith foi 12º depois de bater na Curva 1.

Loris Baz foi o piloto mais rápido a não conseguir passar do Q1 e largará da 13ª posição, à frente de Scott Redding, que sofreu com uma falha nos pneus durante o quarto treino livre.

Jack Miller bateu na Curva 1, mas recuperou-se para cravar o 15º melhor tempo antes de mais uma vez cair, na Curva 13.

Stefan Bradl foi 16º na Aprilia, à frente de Eugene Lavery e o piloto substituto da Pramac, Michele Pirro, que perdeu a sessão de sexta-feira depois de vir de testes com a Ducati.

Tito Rabat foi 19º, enquanto Álvaro Bautista e Yonny Hernandez completarão o grid, o último deles sem conseguir participar da sessão nos minutos finais depois de sofrer com um problema mecânico.

O GP da Argentina deste domingo começa às 16h (horário de Brasília).