Marc Marquez crava a pole-position da decisão do título de 2017

Marc Marquez conseguiu a pole-position para a corrida decisiva da MotoGP em Valência, apesar de ter caído em sua segunda volta no Q2. O espanhol foi o mais rápido desde cedo antes de cravar 1:29.897 em sua segunda volta no circuito Ricardo Tormo, que permaneceu imbatível durante os 15 minutos restantes da sessão.

Marquez tentou bater sua própria marca em sua segunda volta, mas caiu na Curva 4, porém conseguiu levantar sem se machucar.

Seu rival na disputa pelo título Andrea Dovizisioso, que precisa vencer a corrida de domingo para ter uma chance de conquistar o campeonato, foi apenas o nono mais rápido, fazendo com que ele feche a terceira fila do grid.

Johann Zarco, da Tech 3, surgiu como o principal oponente de Marquez ao terminar 349 milésimos de segundos atrás do piloto da Repsol Honda, enquanto Andrea Iannone cravou uma marca suficiente para ser terceiro.

Jorge Lorenzo foi o rival mais próximo de Marquez no começo, mas acabou caindo na entrada da Curva 14; ele retornou à ação em sua moto reserva, mas não conseguiu melhorar.

Dani Pedrosa larga da quinta posição pela Repsol Honda, na frente do piloto de testes da Ducati, Michele Pirro, e de Valentino Rossi, da Yamaha.

Aleix Espargaró cravou o oitavo melhor tempo pela Aprilia antes de acabar saindo da pista na última curva, fazendo com que a sessão terminasse mais cedo.

Alex Rins, da Suzuki, terminou apenas 11 milésimos atrás de Dovizioso ao completar o top 10, enquanto Pol Espargaró, da KTM, que precisará largar dos boxes por exceder o limite de motores da temporada, na 11ª posição.

Jack Miller, da Marc VDS, terminou como o mais lento do Q2, tendo tido outra queda na sessão.

O difícil fim de semana de Maverick Viñales continuou e seu ritmo fraco nos treinos livres o forçou a participar do Q1. O piloto não conseguiu bater os tempos registrados pelos irmãos Espargaró e não passou para o Q2, deixando-o na 13ª posição no grid, e socando a sua moto em frustração depois de completar sua volta.

Tito Rabat, da Marc VDS, ficou em 14º apesar do acidente na Curva 4, enquanto Danilo Petrucci terminou em 15º pela Pramac.

Cal Crutchlow, da LCR Honda, tinha uma das duas posições que lhe promoveria para o Q2 depois das primeiras voltas, mas acabou caindo na Curva 10 enquanto tentava melhorar e acabou caindo para a 16ª posição.

A dupla da KTM, Bradley Smith e Mika Kallio, ficaram em 17º e 19º, respectivamente, tendo Karel Abraham, da Aspar, entre eles, com Héctor Barberá (Avintia) e Álvaro Bautista (Aspar) na sequência.

O piloto substituto da Tech 3, Michael van der Mark, classificou-se no final do grid de 25 motos.

O GP de Valência deste domingo define o Campeão Mundial da MotoGP de 2017 e terá sua largada às 11h (horário de Brasília, GMT -2).

 

Confira o grid de largada:

1) Marc Márquez (Honda), 1:29.897
2) Johann Zarco (Yamaha), 1:30.246
3) Andrea Iannone (Suzuki), 1:30.399
4) Jorge Lorenzo (Ducati), 1:30.460
5) Dani Pedrosa (Honda), 1:30.589
6) Michele Pirro (Ducati), 1:30.764
7) Valentino Rossi (Yamaha), 1:30.848
8) Aleix Espargaró (Aprilia), 1:30.857
9) Andrea Dovizioso (Ducati), 1:30.961
10) Alex Rins (Suzuki), 1:30.972
11) Pol Espargaró (KTM), 1:31.044
12) Jack Miller (Honda), 1:31.190
13) Maverick Viñales (Yamaha), 1:31.030
14) Tito Rabat (Honda), 1:31.197
15) Danilo Petrucci (Ducati), 1:31.216
16) Cal Crutchlow (Honda), 1:31.297
17) Bradley Smith (KTM), 1:31.300
18) Karel Abraham (Ducati), 1:31.325
19) Mika Kallio (KTM), 1:31.361
20) Héctor Barberá (Ducati), 1:31.487
21) Álvaro Bautista (Ducati), 1:31.578
22) Scott Redding (Ducati), 1:31.625
23) Loris Baz (Ducati), 1:31.775
24) Sam Lowes (Aprilia), 1:31.816
25) M.van der Mark (Yamaha), 1:32.504