Marc Marquez conquista a pole-position do GP da Austrália

O recém coroado campeão da MotoGP, Marc Marquez, voou para a pole-position, sua sétima da temporada, durante uma janela de tempo seco no GP da Austrália, que foi afetado pelas condições de chuva durante o fim de semana.

Uma forte pancada de chuva lavou o circuito de Phillip Island durante a quarta sessão de treinos livres, fazendo com que os procedimentos fossem atrasados, deixando uma pista úmida para os pilotos no Q1.

No entanto, o circuito secou rapidamente, permitindo aos participantes do Q2 pararem nos boxes durante os momentos iniciais para colocar pneus slick, com Marquez entre os primeiros pilotos a retornar ao pit-lane.

O espanhol voou para o topo da tabela em sua primeira volta cronometrada antes de cravar 1:30.189, que provou ser 0.792s mais rápido do que seu rival mais próximo Cal Crutchlow.

Crutchlow dominou a sessão do Q1, que surpreendeu alguns grandes pilotos, resultado de condições meteorológicas mistas no terceiro treino livre chacoalhando os procedimentos.

Crutchlow pulou à frente de um grupo de pilotos que incluiu a dupla da Yamaha, Jorge Lorenzo e Valentino Rossi, bem como Maverick Viñales, da Suzuki.

Nem Viñales, nem Rossi, conseguiram passar para o Q2, perdendo para Lorenzo, mas na segunda sessão o piloto da Yamaha enfrentou alguns problemas uma vez que o circuito secou.

Lorenzo foi 6.6s mais lento do que o pole Marquez ao sofrer para encontrar ritmo, terminando em 12º no grid.

Pol Esparagaró consequentemente surgiu como o melhor piloto da Yamaha pela Tech 3 e fechou a primeira fila do grid, à frente do seu irmão, Aleix, e do piloto da casa Jack Miller.

Danilo Petrucci conquistou a sexta posição enquanto Nicky Hayden assegurou a sétima posição em seu retorno à MotoGP com a Repsol Honda, substituindo Dani Pedrosa.

Stefan Bradl chegou a liderar com os pneus intermediários nos momentos iniciais do Q2 antes de ser derrubado para oitavo, na frente das Ducati de Andrea Dovizioso, Héctor Barberá e Scott Redding.

Bradley Smith arriscou usar os intermediários enquanto o circuito ainda estava molhado no Q1 e caiu na Curva 8; sua volta inicial foi rápida o suficiente para garantir a 14ª posição, entre Viñales e Rossi.

Eugene Laverty conquistou a 16ª posição enquanto seu companheiro na Aspar, Yonny Hernandez, estava perto de passar para o Q2 antes de cair na Curva 10.

Álvaro Bautista foi 18º, na frente de Mike Jones e Loris Baz, que perdeu o controle na freada para a Curva 4 depois de usar cedo demais os pneus intermediários.

O novato da Marc VDS, Tito Rabat, foi o mais lento dos competidores no Q1 e largará da 21ª posição.

O GP da Austrália terá a sua largada neste domingo às 3h, horário brasileiro de verão (GMT -2).