Lorenzo diz estar melhor em 2018 e má sorte deve acabar

Jorge Lorenzo foi mais um dos pilotos que sofreram com o caótico final de semana, em condições mistas, na pista da Argentina. No GP argentino, o espanhol não conseguindo sair do Q1 na classificação de sábado, e completou a prova em Termas de Río Hondo em 15º, 42 segundos abaixo do vencedor da corrida Cal Crutchlow.

O tricampeão da categoria principal admitiu que sua atuação na Argentina não foi boa, entretanto, Lorenzo diz sentir que melhores resultados estão a caminho.

“Eu fui o último e pouco a pouco comecei a ganhar posições, passando alguns pilotos. No final, meu ritmo foi semelhante ao dos líderes. Nós nos concentramos nisso, que eu achei uma boa sensação para as próximas corridas. Eu teria sido mais competitivo. No seco, talvez um pouco menos, mas muito melhor do que o resultado na Argentina”, falou Lorenzo, se referindo a pista molhada em Río Hondo.

“Tanto no Catar como aqui (Argentina) fomos muito azarados. Acho que estou melhor do que no ano passado, apesar dos resultados. Um bom resultado tem que vir em breve, a má sorte não vai durar para sempre”, explicou o espanhol.

Lorenzo quando perguntado sobre sua opinião, a respeito do incidente entre Marc Márquez e Valentino Rossi, disse: “Dadas as circunstâncias, prefiro não comentar a questão. O vencedor e aqueles que estiveram envolvidos são os que deveriam dizer as coisas, não a pessoa que estava no 15º lugar”, respondeu o espanhol.